Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1034455
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorTEIXEIRA, A. L.pt_BR
dc.contributor.authorSOUZA, F. de F.pt_BR
dc.contributor.authorPEREIRA, A. A.pt_BR
dc.contributor.authorOLIVEIRA, A. C. B. dept_BR
dc.contributor.authorROCHA, R. B.pt_BR
dc.contributor.otherALEXSANDRO LARA TEIXEIRA, CPAF-RO; FLAVIO DE FRANCA SOUZA, CPATSA; Antonio Alves Pereira, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais; ANTONIO CARLOS BAIAO DE OLIVEIRA, SAPC; RODRIGO BARROS ROCHA, CPAF-RO.pt_BR
dc.date.accessioned2016-01-19T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2016-01-19T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2016-01-19pt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.other17508pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1034455pt_BR
dc.descriptionO objetivo deste trabalho foi selecionar genótipos de café arábica que apresentam desempenho agronômico satisfatório sob condições de temperaturas elevadas. O experimento foi instalado em Ouro Preto do Oeste-RO, com temperaturas médias anuais de 25,8°C e precipitação pluvial média de 2.300mm ano-1. O experimento foi composto por 114 genótipos de café arábica, sendo 103 progênies e onze cultivares testemunhas, fornecidas pela EPAMIG. O delineamento foi blocos casualizados com três repetições, espaçamento de 3,0 x 1,0 metros, com cinco plantas por parcela. Todas as safras demonstraram diferença significativa para a característica produtividade de café beneficiado. Na análise conjunta, foram detectadas diferenças significativas entre progênies e entre cultivares testemunhas. Na média das quatro colheitas, a produtividade de café beneficiado foi de 32,38 sacas ha-1. Destaques para as cultivares ?Catuaí Vermelho IAC 15?, ?Obatã IAC 1669-20? e ?Catucaí Amarelo 2SLCAK? que alcançaram produtividades acima de 40 sacas ha-1. O ganho de seleção obtido foi de 14,33 sacas ha-1, que equivale a um aumento de 44,04% na produção de café beneficiado. Destaque para a progênie H514-7-10-6-2-3-9, com produtividade média de 51,20 sacas ha-1. Quanto ao ciclo de maturação, 56% das progênies foram classificadas como ciclo precoce e 44% de ciclo intermediário. Não foi observado genótipo de ciclo tardio.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/137338/1/Teixeira-Ciencia-Rural-2015.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherCiência Rural, Santa Maria, v.45, n.7, p.1228-1234, jul, 2015.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Rondônia - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectCoffea Arabica Lpt_BR
dc.subjectHigh temperaturespt_BR
dc.subjectMaturation cyclept_BR
dc.subjectTemperaturas elevadaspt_BR
dc.subjectTolerância ao calorpt_BR
dc.subjectCiclo de maturação.pt_BR
dc.titleSeleção de progênies de café arábica tolerantes ao calor.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2016-04-13T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.nalthesaurusheat tolerance.pt_BR
dc.ainfo.id1034455pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2016-04-13pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPAF-RO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TeixeiraCienciaRural2015.pdf1,05 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace