Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1137718
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSILVA JUNIOR, J. N. N.
dc.date.accessioned2021-12-14T13:02:00Z-
dc.date.available2021-12-14T13:02:00Z-
dc.date.created2021-12-14
dc.date.issued2020
dc.identifier.citationMacapá, 2020.
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1137718-
dc.descriptionConhecidas como copaibeiras, todas as espécies pertencentes ao gênero Copaifera produzem oleorresina. Um metabólito secundário com propriedades medicinais. Houve avanços significativos nas pesquisas farmacológicas, porém o mesmo não ocorreu com as bases para o manejo, que ainda apresentam algumas lacunas. Os objetivos desse trabalho foram avaliar a produção de oleorresina correlacionada aos atributos dendrométricos e anatômicos do lenho de Copaifera reticulata e analisar os padrões de crescimento diamétrico relacionados às variáveis meteorológicas em uma população de copaibeiras. O estudo ocorreu na Estação Ecológica do Jari, Almeirim ? PA onde foi realizado inventário das copaibeiras em 2017 (n=16) e 2018 (n=12). O critério de inserção foi o DAP ? 30 cm e inexistência de perfuração anterior. Foram coletados dados dendrométricos de DAP, altura comercial e área da copa. Todas as copaibeiras foram perfuradas para coletar oleorresina e retirada de duas amostra do lenho. As amostras de madeira foram secas e coladas em suporte de madeira e polidas até que os anéis de crescimento estivessem visíveis. A idade das copaibeiras foram estimadas analisando-se os anéis. A porcentagem da relação cerne/alburno foi medida nas amostras do lenho. As correlações e análises estatísticas e os gráficos dos atributos das árvores foram realizadas no Rstudioe Excel. Os dados meteorológicos foram obtidos do site da NASA e estações meteorológicas de Macapá e da Jari Celulose S.A. Foram encontradas 28 copaibeiras, destas apenas 26 foram perfuradas. A distribuição diamétrica apresenta frequência maior nas classes intermediárias. Em 2017 das 15 copaibeiras perfuradas, apenas 7 foram produtivas. Quando as mesmas árvores foram visitadas em 2018 o número das que produziram passou para 12. Em 2018 outras 10 copaibeiras foram perfuradas, destas apenas 5 foram produtivas. O volume médio na primeira extração foi de 603 ± 208,88 mL. Árvores com os diâmetros entre 50 cm e 80 cm apresentaram produção de oleorresina. Todas as copaibeiras proutivas liberaram oleorresina após a perfuração de 2/3 do raio até à medula. A área da copa e a altura comercial apresentaram correlação fraca, mas positiva com o volume produzido. O incremento diamétrico foi distinto entre as copaibeiras em função do ambiente, apresentando médias de 0,45 cm ano-1 próximo às estradas e 0,49 cm ano -1 em floresta densa. O incremento médio anual é influenciado pela precipitação e pouco influenciado pela temperatura. A produção, em volume, de oleorresina em C. reticulata é muito variada. No geral árvores com diâmetros intermediários são as que produzem oleorresina. Árvores com maior área de copa apresentam maiores diâmetros e porcentagem de cerne/alburno. O diâmetro mínimo que viabiliza a extração para C. reticulata é de 50 cm. O armazenamento do oleorresina só ocorre no cerne, por isso o furo para a extração do óleo deve ser maior que 1/3 do raio. As copaibeiras apresentam padrão de crescimento distinto em função do ambiente onde estão estabelecidas. Nos anos com precipitação acima da média a largura dos anéis tende a aumentar. Nos anos com ocorrência de El Niño as p recipitações diminuem e como efeito o incremento diamétrico diminui até nos dois anos seguintes.
dc.languagePortugues
dc.language.isopt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectProduto florestal não madeireiro
dc.subjectESEC Jari
dc.subjectDendrocronologia
dc.subjectIncremento diamétrico
dc.subjectPrecipitação
dc.subjectModelagem
dc.titlePadrão de crescimento e produção de oleorresina por Copaifera reticulata Ducke, em estação ecológica na Amazônia Oriental.
dc.typeTeses
dc.subject.thesagroCopaíba
dc.description.notesDissertação (Mestrado em Biodiversidade Tropical) - Universidade Federal do Amapá, Macapá, AP. Orientador: Marcelino Carneiro Guedes, Embrapa Amapá. Coorientadora: Lina Bufalino, UFRA.
dc.format.extent292 f.
dc.contributor.institutionJOÃO NELSON NASCIMENTO SILVA JUNIOR, PPG em Biodiversidade Tropical- UNIFAP.
Appears in Collections:Tese/dissertação (CPAF-AP)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CPAF-AP-2021-Dissertacao-Padrao-de-crescimento-e-producao-de-oleorresina.pdf1,88 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace