Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/465630
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorZORATO. M. de F.pt_BR
dc.contributor.authorPESKE, S. T.pt_BR
dc.contributor.authorTAKEDA, C.pt_BR
dc.contributor.authorFRANÇA-NETO, J. B.pt_BR
dc.date.accessioned2015-06-04T05:44:18Z-
dc.date.available2015-06-04T05:44:18Z-
dc.date.created2003-10-10pt_BR
dc.date.issued2003pt_BR
dc.identifier.citationInformativo ABRATES, Londrina, v. 13, n. 3, p. 295, set. 2003. Número especial, ref. 465.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/465630pt_BR
dc.descriptionNa região Centro-Oeste, principalmente em Mato Grosso, um agente complicador à armazenabilidade de sementes de soja tem sido verificado. Trata-se do declínio de clorofila nos cotilédones, que sofre a interferência das condições ambientais durante a fase de maturação. As sementes que apresentam tal característica têm propiciado prejuízos na emergência em campo, impossibilitando a formação de estandes recomendados, gerando hipótese de perda de produtividade. Objetivando avaliar interação de testes e verificar técnicas que sejam factíveis e possam predizer o potencial de armazenamento de sementes esverdeadas, assim como estimar o efeito dessas sementes sobre a produtividade foi desenvolvido este estudo. Foram utilizadas amostras representativas de quatro cultivares, FMT Tucunaré, ciclo semiprecoce, E-313, FMT Arara Azul e M-SOY-9350, ciclo tardio, que apresentavam 25,7%, 26,8%, 22,6% e 15,6%, respectivamente, de sementes retendo clorofila. Para cada cultivar foi utilizada uma amostra testemunha, isenta de pigmento verde. Cada amostra consistiu de um tratamento. A qualidade foi avaliada em duas épocas (inicial, maio/2001 e final, novembro/2001), utilizando o teste de tetrazólio em substituição à germinação no teste de envelhecimento acelerado (24 horas e 48 horas), além de testes convencionais utilizados em programas de qualidade, visando a correlação existente com o teste de emergência em areia, no momento de semeadura. No campo experimental da Fundação MT, Rondonópolis-MT, foi avaliada a produtividade dos tratamentos. De maneira geral, a qualidade das sementes esverdeadas foi menor e apresentou-se altamente significativa em relação às testemunhas. Através de interpretação da deterioração por umidade encontrada na classe DU 4-5, no teste de tetrazólio, época inicial, é possível predizer o risco potencial de armazenamento das sementes esverdeadas. Lotes de sementes que retém clorofila, indicam a necessidade de correções na população de plantas.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.titleSementes esverdeadas em soja: testes alternativos para predizer sua armazenabilidade e seu efeito na produtividade.pt_BR
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.date.updated2015-06-04T05:44:18Zpt_BR
dc.subject.thesagroSoja.pt_BR
dc.description.notesEdição dos Resumos do XIII Congresso Brasileiro de Sementes, Gramado, RS, set. 2003.pt_BR
dc.contributor.institutionJOSE DE BARROS FRANCA NETO, CNPSO.pt_BR
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
id221380001.pdf414,87 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace