Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/468925
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Soja - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2005
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: OLIVEIRA, A. C. B. de
GODOY, C. V.
MARTINS, M. C.
Title: Avaliação da tolerância de cultivares de soja à ferrugem asiática no oeste da Bahia.
Publisher: Fitopatologia Brasileira, Brasília, DF, v. 30, n. 6, p. 658-662, nov./dez. 2005.
Language: pt_BR
Keywords: Ferrugem asiática da soja
Description: A utilização de tolerância como forma de controle da ferrugem da soja (Glycine max), causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi, pode ser uma alternativa viável, visto que a resistência qualitativa tem-se mostrado instável, em função da variabilidade do fungo. Este trabalho foi realizado na região oeste da Bahia, na safra 2003/04, com objetivo de avaliar a tolerância das principais cultivares de soja utilizadas na região. Foram avaliadas quatro cultivares de ciclo precoce [MG/BR 46 (Conquista), Emgopa 315, BRS Corisco e M-SOY 8411] e quatro cultivares de ciclo tardio (BRS Barreiras, M-SOY 9350, FT 106 e BRS Sambaíba). A tolerância foi quantificada pela diferença de produtividade entre subparcelas tratadas e não tratadas com fungicida. As cultivares MG/BR 46 (Conquista) e M-SOY 8411 apresentaram diferenças de rendimento não significativas, no entanto, essa característica não pôde ser atribuída à tolerância, em função da baixa severidade observada no ensaio. Essa diferença pôde ser atribuída a escape, uma vez que, no momento em que a ferrugem obteve valores mais elevados de severidade, as duas cultivares já estavam na fase final de desenvolvimento. Embora a severidade máxima observada no ensaio tenha sido baixa (30,5% para a cultivar BRS Barreiras), com exceção das cultivares MG/BR 46 (Conquista) e M-SOY 8411, as demais cultivares avaliadas apresentaram diferença significativa entre as subparcelas tratadas e não tratadas com fungicida, mostrando ausência de tolerância das principais cultivares comerciais cultivadas no oeste da Bahia. Neste trabalho, foi observado que as cultivares de ciclo precoce apresentaram reduções de produtividade inferiores às de ciclo tardio.
Thesagro: Soja
Doença Fúngica
NAL Thesaurus: Soybeans
Data Created: 2006-01-30
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPSO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliacaodatolerancia....pdf49,14 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace