Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/975740
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2012
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: LAQUES, A.-E.
MITJA, D.
DELAITRE, E.
THALES, M. C.
MIRANDA, I. de S.
COELHO, R. de F. R.
SAMPAIO, S. M. N.
Additional Information: Anne-Elisabeth Laques, IRD/UMR ESPACE-DEV; Danielle Mitja, IRD/UMR ESPACE-DEV; Eric Delaître, IRD/UMR ESPACE-DEV; Marcelo Cordeiro Thales, MPEG; Izildinha de Souza Miranda, UFRA; Roberta de Fátima Rodrigues Coelho, Escola Agrotécnica Federal de Castanhal; SANDRA MARIA NEIVA SAMPAIO, CPATU.
Title: Spatialisation de la biodiversité en Amazonie brésilienne pour appréhender l'influence de la colonisation des terres et des politiques publiques.
Publisher: Vertigo, Hors-série 14, Sep. 2012.
Language: fr
Keywords: Espacialização
Componente da paisagem
Indicador
Frente pioneira
Brasil.
Description: Este artigo propõe uma abordagem de acompanhamento das dinâmicas espaciais da biodiversidade que ocorreram durante os 40 últimos anos na Amazônia brasileira, na comunidade agrícola de Benfica (Estado do Pará). Ela é projetada para estimar « aonde » acontecem as mudanças, « quando » acontecem, de « quanta » superfície se trata e « porque » elas acontecem ? O objectivo apontado é de contribuir para a avaliação do impacto de políticas de colonização sobre estas dinâmicas. Os dados produzidos sobre as disparidades espaciais e sobre os ritmos destas transformações, são uma contribuição que deve enriquecer os conhecimentos sobre a evolução da biodiversidade em frentes pioneiras. No estado atual das pesquisas, a abordagem propõe avaliar a biodiversidade usando uma escala de valores combinando diversos indicadores. Cada um deles contribui para avaliar mudanças que acontecem durante o cultivo das terras florestais. A biodiversidade é depois avaliada em dois níveis : o nível das diferentes formas de exploração dos recursos calculando a medida da biodiversidade ao nível do componente da paisagem (floresta, capoeira, cultivo/pastagem), e ao nível da categoria de ator (do colono, ao pequeno fazendeiro), calculando a medida da biodiversidade da unidade de território que cada um explora preferencialmente. O processo de acompanhamento deste território no tempo é facilmente realizável. De fato ele somente depende da disponibilidade de imagens de satélites. Ainda que esta abordagem seja em validação, ela poderia ser reutilizada em outras regiões florestais antropizadas
Thesagro: Biodiversidade
Políticas Públicas
Sensoriamento Remoto.
NAL Thesaurus: Amazonia.
Data Created: 2014-01-13
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LaquesetalVertigoHS2012.pdf2,09 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace