Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1003815
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Uva e Vinho - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2014
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: ANDRIGHETTI, M. S.
NACHTIGALL, G. R.
QUEIROZ, S. C. do N. de
FERRACINI, V. L.
AYUB, M. A. Z.
Additional Information: MARILIA SCOPEL ANDRIGHETTI, UFRGS; GILMAR RIBEIRO NACHTIGALL, CNPUV; SONIA CLAUDIA DO N DE QUEIROZ, CNPMA; VERA LUCIA FERRACINI, CNPMA; MARCO ANTONIO ZACHIA AYUB, UFRGS.
Title: Biodegradação de glifosato pela microbiota de solos cultivados com macieira.
Publisher: Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 38, n. 5, p. 1643-1653, 2014.
Language: pt_BR
Keywords: Glifosato
AMPA
Microrganismos
Herbicidas.
Description: Resumo: O glifosato é um herbicida sistêmico, pós-emergente, não seletivo do grupo dos organofosforados, sendo amplamente usado em pomares de macieira no sul do Brasil, podendo causar consequências negativas para microrganismos benéficos do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de biodegradação do glifosato pela microbiota de solos de pomares de macieira, com diferentes históricos de aplicação do produto. Para isso, amostras de solos da região de Vacaria, RS, foram utilizadas, cuja biodegradação do glifosato foi avaliada monitorando a liberação de CO2 pelos microrganismos durante 32 dias, bem como quantificando os resíduos de glifosato e seu metabólito, o ácido aminometilfosfônico (AMPA), no início e no final do período pela extração seguidade análise por cromatografia líquida de alta eficiência. Os resultados evidenciaram que houve degradação do glifosato pelos microrganismos edáficos durante o período avaliado com formação do metabólito AMPA. O glifosato diminuiu o número de bactérias do solo, porém favoreceu o aumento da atividade microbiana. As bactérias presentes nos solos com histórico de menor tempo de aplicação do herbicida apresentaram maior capacidade de degradação do produto, quando comparadas àquelas existentes em solos com maior período de aplicação de glifosato. Abstract: Glyphosate is a systemic post-emergent herbicide of the non-selective organophosphate group widely used in apple orchards in the South of Brazil. It may have adverse effects on beneficial soil microorganisms. The aim of this study was to evaluate the biodegradability of glyphosate by soil microbiota in apple orchards with different histories of application of the product. For that purpose, soil samples from the region of Vacaria, Rio Grande do Sul, were used, with the biodegradation of glyphosate being evaluated by monitoring the release of CO 2 by microorganisms over 32 days, as well as quantifying the residues of glyphosate and its metabolite, aminomethylphosphonic acid (AMPA), at the beginning and end of the period through extraction followed by analysis by high performance liquid chromatography (HPLC). The results showed that there was glyphosate degradation by soil microorganisms during the period evaluated, with formation of the metabolite AMPA. Glyphosate decreased the number of soil bacteria, but favored increased microbial activity. The bacteria present in soils with lower herbicide exposure showed more degradability of the product when compared to those found in soils with a greater period of glyphosate application.
Thesagro: Biodegradação
Solo
População microbiana
Maçã
Fauna edáfica.
NAL Thesaurus: Glyphosate
Biodegradation
Soil microorganisms
Apples
Data Created: 2014-12-29
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014AP037.pdf135.13 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace