Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1003900
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Uva e Vinho - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2014
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: STORCH, T. T.
Additional Information: TATIANE TIMM STORCH.
Title: Estudos transcricionais relacionados às alterações de qualidade pós-colheita de maçãs, cv. Gala.
Publisher: 2014
Pages: 125 f.
Language: pt_BR
Notes: Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas. Orientada por Cesar Luis Girardi (Embrapa Uva e Vinho) e Cesar Valmor Rombaldi (UFPel); co-orientada por François Laurens (IRHS, INRA) e Vera Quecini (Embrapa Uva e Vinho).
Keywords: Transcrição reversa
Gala
Parede celular.
Description: Análises transcricionais têm sido empregadas em vários estudos, incluindo aqueles relacionados ao desenvolvimento de frutos. No âmbito da pós-colheita, o conhecimento do comportamento transcricional de genes pode complementar as informações obtidas por análises convencionais da qualidade dos frutos, como firmeza de polpa. Assim, o presente trabalho empregou as técnicas de transcrição reversa reação em cadeia da polimerase em tempo real (RT-qPCR) e microarranjos para avaliar o comportamento transcricional de genes que podem estar envolvidos nos processos que alteram a qualidade dos frutos de maçã Gala durante o período em que estes são mantidos em armazenamento refrigerado (AR). Além da resposta ao AR, a influência do etileno sobre o perfil transcricional também foi estudada, através do tratamento com o inibidor do hormônio, o 1-metilciclopropeno (1-MCP). Considerando a necessidade de uma correta normalização dos dados obtidos por RT-qPCR, um estudo de estabilidade de expressão de genes referência para os experimentos testados foi realizado, onde um gene codificador de histona 1 (MdH1) mostrou boa estabilidade de expressão nos experimentos de pós-colheita. Uma vez estabelecido o protocolo de normalização dos resultados, um estudo da transcrição de um gene codificador de uma α-L-arabinofuranosidase (MdAF3), enzima atuante na degradação da parede celular, foi realizado, apontando para a associação do mesmo ao amolecimento de polpa dos frutos. Por fim, um terceiro estudo avaliou o perfil transcricional de polpa de maçã sob a influência do AR e do 1-MCP. Através deste último estudo verificou-se um grande número de genes diferencialmente expressos que respondeu principalmente ao frio. Destes genes, foi dado destaque àqueles participantes nos metabolismos de parede celular e hormônios e nos mecanismos de oxido-redução e regulação. Embora o frio tenha resultado em um maior número de genes diferencialmente expressos, observou-se que alguns genes apresentaram um comportamento de dependência ao 1-MCP, que os tornam potenciais marcadores de qualidade dos frutos. Assim, através dos três capítulos que compõem este trabalho, foi demonstrada a complexidade dos mecanismos associados às alterações que ocorrem durante a pós-colheita dos frutos de maçã, as quais envolvem diferentes vias metabólicas. Essas informações vêm a complementar os conhecimentos já estabelecidos sobre os fatores que influenciam na qualidade dos frutos armazenados.
Thesagro: Maçã
Fruticultura
Pós-colheita
Gene
DNA
Qualidade
Armazenamento de alimento
Refrigeração
Preservação de alimento
Etileno.
Data Created: 2014-12-30
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TeseTatianeStorch.pdf2,92 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace