Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1006351
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Agrossilvipastoril - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 21-Jan-2015
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: BALDONI, A. B.
SEBBENN, A. M.
AZEVEDO, V. R.
BOTIN, A. A.
TONINI, H.
HOOGERHEIDE, E. S. S.
Informaçães Adicionais: AISY BOTEGA BALDONI TARDIN, CPAMT; ALEXANDRE MAGNO SEBBENN, INSTITUTO FLORESTAL DE SÃO PAULO; VANIA CRISTINA RENNO AZEVEDO, CENARGEN; ANDREIA ALVES BOTIN, UFMT; HELIO TONINI, CPAMT; EULALIA SOLER SOBREIRA HOOGERHEIDE, CPAMT.
Título: Estudo da diversidade genética e estrutura populacional de castanheira-do-brasil (Bertholletia excelsa) em florestas nativas do Mato Grosso.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In. CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 3., 2014, Santos. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2014. Resumo. 150.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Estrutura genética espacial
Dispersão de pólen
Microssatélites
Conteúdo: Em espécies vegetais, estudos da diversidade e estrutura genética, estrutura genética espacial (EGE), sistema de reprodução e dispersão de pólen em populações naturais são fundamentais para a conservação genética, visto que permitem determinar quais populações são mais aptas para a conservação in situe para a coleta de sementes para a conservação ex situ. Para tanto, amostras de DNA foram coletadas de castanheiras adultas de quatro populações localizadas no estado de Mato Grosso - Alta Floresta, Cotriguaçu, Juína e Itaúba. Para as análises com marcadores moleculares foram utilizados sete loci microssatélites. Para o estudo de diversidade genética foi utilizada a medida de diferenciação genética de Hedrick (2005). Em uma dessas populações (Itaúba), todos os indivíduos adultos foram avaliados e as sementes foram coletadas para a formação das progênies. A estrutura genética espacial, o sistema de reprodução e o fluxo de pólen foram estudados na população Itaúba e os resultados preliminares revelam estruturação significativa entre adultos até 163 m, sugerindo que plantas localizadas dentro desta distância são parentes entre si. Foi observado também cruzamentos entre indivíduos aparentados e a maior parte da diversidade genética está distribuída entre populações.
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CPAMT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
cpamt2014baldonigeneticacastanheiradobrasilflorestanativamt.pdf25,54 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace