Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1008191
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Solos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 9-Fev-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: ALVES, E. da S.
ACCIOLY, L. J. de O.
CAVALCANTI JUNIOR, E. de A.
MENEZES, R. S.
SILVA, E. A. da
SILVA, A. B. da
Informaçães Adicionais: EUDMAR DA SILVA ALVES, BOLSISTA DO CNPQ; LUCIANO JOSE DE OLIVEIRA ACCIOLY, CNPS; EDILTON DE ALBUQUERQUE CAVALCANTI JUNIOR, BOLSISTA CNPQ; RÔMULO SIMÕES MENEZES, UFPE; EDUARDO ALVES DA SILVA, UFPE; ADEMAR BARROS DA SILVA, CNPS.
Título: Mudanças no uso e na cobertura do solo em uma área piloto da mesorregião agreste de Pernambuco.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In: SIMPÓSIO REGIONAL DE GEOPROCESSAMENTO E SENSORIAMENTO REMOTO, 7., 2014, Aracaju. Geotecnologias: inovações e desenvolvimento: anais. Aracaju: UFS, 2014. p. 487-493.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Landsat 5 TM
Landsat 8 LDCM
Classificação supervisionada
Conteúdo: Visando a subsidiar estudos das alterações no balanço de emissões de gases de efeito estufa e balanço de carbono em ambientes terrestres para as diversas fisionomias vegetais, este trabalho teve como objetivo avaliar, com base em imagens de satélites da série Landsat, as mudanças ocorridas, entre 1987 e 2013, no uso e na ocupação do solo. A área piloto foi representada pela folha Venturosa (SC24-X-B-V), escala 1:100.000. Foram utilizadas imagens radiometricamente corrigidas dos sensores Landsat 5 TM de 1987 e Landsat 8 LDCM de 2013. Utilizou-se a classificação supervisionada pelo método da máxima verossimilhança considerando-se as seguintes classes de cobertura: agricultura, pastagem, caatinga densa, caatinga aberta, solo exposto e corpos de água. Nos dois anos considerados a cobertura foi mantida em cerca de 43% da área. A área de agricultura não foi alterada. A perda de vegetação nativa de melhor qualidade (caatinga densa) representou uma perda de lenha de aproximadamente 5.000.000 st. O aumento da área de pastagem em cerca de 10% foi atribuído ao aumento do rebanho bovino entre os anos de 1986 e 1996. O aumento nas áreas de caatinga aberta e de solo exposto pode indicar um aumento na degradação dos solos.
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Geonordestep.487.pdf641,92 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace