Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1022773
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 27-Ago-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: SOUZA, N. C. de
RODRIGUES, S. de M.
LEMOS, O. F. de
QUADROS, A. F. F.
Informaçães Adicionais: Nayara Camelo de Souza, GRADUANDA UFRA; SIMONE DE MIRANDA RODRIGUES, CPATU; ORIEL FILGUEIRA DE LEMOS, CPATU; Ayane Fernanda Ferreira Quadros, GRADUANDA UFRA.
Título: Cultivo in vitro de explantes de pimenteira-do-reino em meio contendo canamicina.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 19.; SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 3., 2015, Belém, PA. Anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 2015.
Páginas: p. 162-166.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Pimenta-do-reino
Piper nigrum L.
Conteúdo: A pimenteira-do-reino, originaria do oriente, é extremamente utilizada na indústria alimentícia. O Brasil é o quarto maior produtor mundial, e a produção é afetada, principalmente, pela doença fusariose, não existindo cultivares resistentes no país. Visando o estabelecimento de um protocolo de transformação genética para a espécie, esse trabalho teve como objetivo avaliar o desenvolvimento de brotos in vitro da cultivar Iaçará em meio MS com BAP (0,5 mg.L-1) em diferentes concentrações do antibiótico canamicina. As avaliações ocorreram quanto à oxidação, o surgimento de folhas e gemas, e o comprimento dos brotos. Observou-se que o aumento na concentração do antibiótico, influenciou negativamente o desenvolvimento dos brotos.
Thesagro: Antibiótico
Oxidação.
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Pibic201534.pdf362,93 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace