Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1037734
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Arroz e Feijão - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 19-Fev-2016
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: ARAÚJO, L. da S.
CUNHA, P. C. R. da
SILVEIRA, P. M. da
SOUSA NETTO, M. de
OLIVEIRA, F. C. de
Informaçães Adicionais: LUCAS DA SILVA ARAÚJO, INSTITUTO FEDERAL GOIANO, Urutaí-GO; PAULO CÉSAR RIBEIRO DA CUNHA, INSTITUTO FEDERAL GOIANO, Urutaí-GO; PEDRO MARQUES DA SILVEIRA, CNPAF; MAURILIO DE SOUSA NETTO, INSTITUTO FEDERAL GOIANO, Urutaí-GO; FERNANDO CASTRO DE OLIVEIRA, INSTITUTO FEDERAL GOIANO, Urutaí-GO.
Título: Potencial de cobertura do solo e supressão de tiririca (Cyperus rotundus ) por resíduos culturais de plantas de cobertura.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: Revista Ceres, Viçosa, MG, v. 62, n. 5, p. 483-488, set./out. 2015.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Manejo sustentável
Planta daninha
Produção de fitomassa
Conteúdo: Uma alternativa, em potencial, para a sustentabilidade de sistemas de produção de grãos é o emprego de plantas de cobertura do solo. Pesquisas têm sido realizadas, visando à escolha da espécie para compor o Sistema Plantio Direto em condições do Cerrado brasileiro. Por isso, o objetivo deste experimento foi avaliar o potencial de cobertura do solo pelos resíduos culturais de milheto, guandu-anão e Crotalaria spectabilis e seus efeitos sobre a supressão de tiririca (Cyperus rotundus ) em área de Cerrado. O experimento foi conduzido em Latossolo Vermelho distrófico, adotando-se o delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos por espécies de cobertura do solo: milheto, guandu-anão, C. spectabilis e pousio. Para as culturas de cobertura, foram avaliadas as fitomassas verde e seca e as taxas de decomposição e de cobertura do solo. As culturas foram cortadas noventa dias após emergência e as avaliações das densidades de tiririca no solo foram feitas aos 30, 60, 90 e 120 dias após o corte (DAC). O milheto foi a espécie de cobertura do solo que apresentou a maior produtividade de matéria seca, de 12,71 Mg ha -1. A palhada do guandu-anão apresentou menor velocidade de decomposição. Aos 120 DAC, as densidades de tiririca nos tratamentos milheto, guandu-anão e C. spectabilis foram de, respectivamente, 56,1, 40,6 e 30,3%, em comparação com a do pousio.
Thesagro: Planta de cobertura
Erva daninha
Tiririca
Cyperus rotundus
Plantio direto
Decomposição
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPAF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CNPAF2015pms.pdf279,55 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace