Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1038954
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Cerrados - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2015
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SILVA, F. A. M. da
AFFHOLDER, F.
CORBEELS, M.
EVANGELISTA, B. A.
MALAQUIAS, J. V.
Additional Information: FERNANDO ANTONIO MACENA DA SILVA, CPAC; FRANÇOIS AFFHOLDER, CIRAD; MARC CORBEELS, CIRAD; BALBINO ANTONIO EVANGELISTA, CNPASA; JUACI VITORIA MALAQUIAS, CPAC.
Title: Uso do modelo STICS para avaliar os impactos das mudanças climáticas sobre a produção de grãos de milho no cerrado brasileiro.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROMETEOROLOGIA, 19., 2015, Lavras. Agrometeorologia no século 21: o desafio do uso sustentável dos biomas brasileiros: anais. Lavras: UFLA, 2015.
Pages: p. 407-417
Language: pt_BR
Keywords: Modelagem de cultura
Produção de grãos
Mudanças climáticas
Description: RESUMO:O Bioma Cerrado, com clima subtropical úmido, é responsável por cerca de 70% da produção agrícola do Brasil. Os principais produtos cultivados são o milho, soja, cana de açúcar e algodão. Previsões de modelos climáticos sugerem que o Cerrado pode experimentar aumento de temperatura entre 2 °C e 4 °C até o final do século e, redução das precipitaçõesentre 20% e 40% em relação aos valores atuais, além de possíveis alterações na sua distribuição ao longo do ano. Estas mudanças podem provocar impactos sobre o setor agrícola. Assim, surge a necessidade urgente de se quantificar com mais segurança os riscos e incertezas envolvidos nos efeitos das mudanças climáticas na produção agrícola. Por isso, o objetivo deste estudo foi o de avaliar o impacto das mudanças climáticas sobre a produção de milho no Cerrado nos sistemas de manejo convencional e plantio direto.Para isso, utilizou-se o modelo de crescimento STICS (SimulateurmulTIdisciplinaire de CulturesStandart), as séries climáticas históricas (1961-1990) e as projeções para o cenário de emissões do IPCC - A1B (2011-2050 e 2051-2100), geradas pelo modelo climático regional ETA CCS aninhado com o modelo global HadAM3P. Observou-se que as temperaturas mais elevadas previstas para o futuro podem causar uma redução significativa no período de crescimento do milho (20 dias em média), que leva à diminuição da produção de biomassa e do rendimento de grãos. A diminuição das chuvas e o aumento do risco de estiagens (veranicos) diminuíram a janela de semeadura da cultura do milho na região, especialmente nas áreas mais secas. O uso das previsões climáticas sazonais e de modelo de crescimento de planta podem ajudar os agricultores na identificação das melhores épocas de semeadura, além de desempenhar papel importante em estudos de riscos de produção devido à variabilidade da precipitação. ABSTRACT: About 70% of Brazil's farm output is produced in the Cerrado region. The main crops grown are maize, soybean, sugarcane and cotton. The climate is sub-humid tropical, typical of the rather moister savanna regions of the world. Climate model predictions (Torres and Marengo, 2013) suggest that the Cerrado will experience a temperature increase of between 2°C and 4°C by the end of the century. Model projections for future rainfall under high emission scenarios indicate a decrease of 20% to 40% of current values. Changes in the distribution of rainfall throughout the year are also expected. These climate changes may have a severe impact on the agricultural sector. There is an urgent need to quantify more securely the risks and uncertainties involved in the effects of climate change on crop production. The objective of this study is to assess the impact of climate change on maize yields in the Cerrado.
Thesagro: Previsão do tempo
Plantio direto
Época de semeadura
Milho
Cerrado
NAL Thesaurus: Weather forecasting
No-tillage
Sowing date
Corn
Savannas
Brazil
Crop models
Grain yield
Climate change
Data Created: 2016-02-29
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPAC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S2042.pdf296,45 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace