Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1053802
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SOUZA, B. C. P. de
FURATADO, A. C. S.
CRUZ, A. R.
ILKIU-BORGES, F.
Additional Information: Brendow Cristian Paes de Souza, Bolsista MP-EMBRAPA; Ana Catarina Siqueira Furatado, Bolsista FADESP/EMBRAPA; Adam Rodrigues Cruz, Bolsista FADESP/EMBRAPA; FERNANDA ILKIU BORGES DE SOUZA, CPATU.
Title: Aspectos morfoanatômicos foliares de Annona muricata L. (Annonaceae) de caráter investigado em relação ao seu uso na medicina empirica.
Publisher: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 20.; SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 4., 2016, Belém, PA. Anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 2016.
Pages: p. 101-105.
Language: pt_BR
Description: A família Annonaceae possui 112 gêneros, dentre os quais encontra-se Annona, cuja espécie mais comum é a Annona muricata, conhecida popularmente como graviola. Possui fruto comestível de valor comercial e é rica em compostos bioativos que apresentam atividades antitumorais, antifúngicas, entre outros, tanto nos frutos como nas sementes, folhas e caule. Dentre os principais metabólitos encontrados estão os compostos fenólicos, óleos essenciais e as acetogeninas, citada como uma alternativa para o desenvolvimento de drogas antitumorais. Este trabalho visou à caracterização de aspectos morfoanatômicos das folhas de Annona muricata, a fim de investigar caracteres de secreção e ou armazenamento de substâncias lipídicas indicadas como uma das responsáveis pela ação farmacológica da espécie empiricamente. As amostras foram coletadas na área de plantio da Embrapa Amazônia Oriental, Belém-Pará. As folhas foram divididas em ápice, meio e base e confeccionados cortes histológicos semipermanentes, a mão livre, seguindo metodologia específica para detecção de substâncias lipídicas. Os testes deram positivos nos tecidos das células-guardas e subsidiárias dos estômatos, nos tricomas, epiderme abaxial, parênquima paliçádico e nervura central. Considerando que as acetogeninas são derivadas de ácidos graxos, pode-se inferir que estão presentes na maioria dos tecidos foliares de A. muricata. A análise qualitativa pode orientar a determinação de novas metodologias de extração do princípio ativo
Thesagro: Ácido Graxo
Annonaceae
Graviola
Planta Medicinal.
Data Created: 2016-09-30
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Pibic2016p101.pdf450,86 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace