Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1057242
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Pantanal - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: DONADON, J. R.
CHAVES, G. de C. C.
BORSATO, A. V.
CANDIDO, C. J.
CAMPOS, R. P.
Additional Information: JULIANA RODRIGUES DONADON, UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL; GIOVANNA DE CARVALHO CORRÊA CHAVES, UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL; AURELIO VINICIUS BORSATO, CPAP; CAMILA JORDÃO CANDIDO, Programa Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-oeste, UFMS.; RAQUEL PIRES CAMPOS, UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL, CAMPO GRANDE, MS.
Title: Processo de obtenção e avaliação química de doce cristalizado de bocaiuva.
Publisher: In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE AGROECOLOGIA DA AMÉRICA DO SUL, 2.; JORNADA INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DO CAMPO, 1.; SEMINÁRIO DE AGROECOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL, 6; ENCONTRO DE PRODUTORES AGROECOLÓGICOS DE MATO GROSSO DO SUL, 5.; SEMINÁRIO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS EM BASES AGROECOLÓGICAS DE MATO GROSSO DO SUL, 2., 2016, Dourados. Agroecologia e soberania alimentar: saberes em busca do bem viver: anais. Dourados: UFGD, 2016.
Pages: Não paginado.
Language: pt_BR
Notes: Agroecol 2016. 1 CD-ROM. Publicado também em: Cadernos de Agroecologia, v. 11, n. 2, 2016.
Keywords: Doce cristalizado.
Description: A polpa da bocaiuva é uma excelente fonte de nutrientes como carboidratos, lipídeos, fibras, vitaminas e minerais, além de compostos com ação antioxidante como b 946;-caroteno, a 945;-tocoferol e fenóis totais. Este trabalho teve por objetivo aproveitar a polpa de bocaiuva produzida pelas comunidades extrativistas do Estado de Mato Grosso do Sul para elaboração e avaliação química de doce cristalizado. Foram testadas duas formulações de xarope: 75% de sacarose + 25% de glicose e 100% de sacarose. Os frutos foram higienizados para obtenção das lascas da polpa, as quais foram submetidas à cocção por 10 min antes da imersão em xarope a 30ºBrix. A cada 24 horas o xarope foi incrementado para 40, 50, 60 e 70ºBrix. Em seguida as lascas foram enxaguadas, drenadas e submetidas à secagem a 55ºC até teor de água de 8-9%. As lascas de polpas e os doces elaborados foram avaliados quanto aos teores de fenóis totais, taninos, atividade antioxidante e quanto à composição centesimal e valor energético total. Os compostos bioativos avaliados e a atividade antioxidante na polpa in natura são elevados. No doce cristalizado de bocaiuva, a adição de glicose/sacarose é mais eficiente na preservação destes compostos do que quando somente sacarose. O doce cristalizado contém elevado valor energético, devido principalmente a adição dos açúcares, e reduzidos teores de cinzas, proteínas e lipídeos. A elaboração de doce cristalizado de bocaiuva é uma alternativa de aproveitamento da polpa, com disponibilização de produtos artesanais com valor agregado e maior tempo de comercialização.
Thesagro: Bocaiuva
Doce
Acrocomia Aculeata.
NAL Thesaurus: Candy
Crystallization.
Data Created: 2016-11-28
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPAP)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ProcessodeObtencaoeAvaliacaoQuimicadeDoceCristalizadodeBocaiuva.pdf254,53 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace