Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1060485
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amapá - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 11-Jan-2017
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: ROSÁRIO, B. C. do
RODRIGUES, E. G.
COSTA, J. B. P.
GUEDES, M. C.
LIRA-GUEDES, A. C.
Informaçães Adicionais: BRUNO COSTA DO ROSÁRIO, UEAP; EDIGLEI GOMES RODRIGUES, UEAP; JANAINA BARBOSA PEDROSA COSTA, ATAIC; MARCELINO CARNEIRO GUEDES, CPAF-AP; ANA CLAUDIA LIRA-GUEDES, CPAF-AP.
Título: Estrutura diamétrica de castanheiras em áreas de capoeiras "abandonadas".
Edição: 2016
Fonte/Imprenta: In: JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAPÁ, 2., 2016, Macapá. Resumos... Macapá: Embrapa Amapá, 2016.
Páginas: p. 46.
Idioma: pt_BR
Conteúdo: Dentre as espécies arbóreas importantes do bioma amazônico, a castanha-da-amazônia (Bertholletia excelsa Bonpl) destaca-se por ser utilizada como fonte de alimentação e renda para populações tradicionais. Esse trabalho objetivou avaliar o crescimento das castanheiras em função da idade das capoeiras. O estudo foi desenvolvido na Resex Cajari, localizada no Município de Laranjal do Jari (S 0° 19?06,40??; O 51º 56?39,51?), em uma região de extensos castanhais, onde pratica-se agricultura itinerante. Foram selecionadas 44 áreas de capoeiras classificadas como ?abandonadas? (onde os agroextrativistas não praticam mais agricultura), distribuídas em duas comunidades (Marinho e Açaizal). As castanheiras foram georreferenciadas com auxílio de GPS (Garmin 65 CSx) e inventariadas. Foram mensurados o diâmetro na altura de 1,30 m (DAP), utilizando fita métrica e altura total com auxílio do hipsômetro. Foram inventariadas e selecionadas 296 castanheiras com mais de um tronco, indicativo de que essas castanheiras foram cortadas durante o preparo da roça e, portanto, têm a mesma idade da capoeira. As áreas foram classificadas por idade, conforme entrevistas realizadas com os agroextrativistas. As capoeiras com idade entre 11 e 30 anos apresentaram indivíduos com diâmetros médios variando de 15,3 cm a 29,8 cm. O modelo ajustado da idade em função do DAP, mostrou que capoeiras com idade a partir de 16 anos começam a apresentar indivíduos com diâmetro médio de 25,9 cm. Há o indicativo de que essas castanheiras estejam aptas à produção de frutos, visto que em outros trabalhos já realizados, o diâmetro mínimo de castanheiras produtivas em ambientes de capoeira foi 24,5 cm. Portanto, a proteção dessas áreas é fundamental para que essas castanheiras possam se desenvolver, promovendo dessa forma uma expansão e renovação dos castanhais.
Thesagro: Castanha
Crescimento
Vegetação
Ano de Publicação: 2016
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CPAF-AP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CPAFAP2016Estruturadiametricadecastanheiras.pdf85,45 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousGoogle BookmarksMySpace