Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1093359
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Acre - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2012
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: MACIEL, S. de A.
Additional Information: Simone de Alencar Maciel, Universidade Federal do Acre (Ufac).
Title: Anatomia foliar de pimenta longa e pimenta de macaco em diferentes condições de cultivo.
Publisher: 2012.
Pages: 80 f.
Language: pt_BR
Notes: Dissertação (Mestrado em Agronomia: Produção Vegetal) - Programa de Pós-graduação em Agronomia, Universidade Federal do Acre, Rio Branco. Orientador: Paulo C. P. F. Júnior. Co-orientadora: Andréa Raposo.
Keywords: Cultura ex vitro
Ex vitro culture
Cultura in vivo
Leaf analysis
Análisis foliares
Micropropagación
Estudios in vivo
Description: As espécies Piper hispidinervum e Piper aduncum, conhecidas popularmente como pimenta longa e pimenta de macaco, respectivamente, apresentam compostos metabólicos secundários como safrol e dilapiol em seus óleos essenciais. Devido ao interesse do mercado químico, a produção de mudas em larga escala tem sido requerida por meio da técnica de cultura de tecidos de vegetais. Porém, a alta mortalidade de plantas durante a transição do ambiente in vitro para o ex vitro, em consequência de desordens anatômicas, morfológicas e fisiológicas, tem criado obstáculos para o uso generalizado dessa técnica. O trabalho teve como objetivo comparar aspectos anatômicos, relacionados a estruturas fisiológicas das folhas de P. hispidinervum e P. aduncum propagadas in vitro, in vivo e durante a aclimatização. Os experimentos e análises foram conduzidos no Laboratório de Morfogênese e Biologia Molecular da Embrapa Acre, Laboratório de Tecidos Vegetais da Universidade Federal do Acre e no Laboratório de Bioimagem da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Brasília, DF. Como fonte de material vegetal foram utilizadas folhas sadias do segundo e terceiro nós, desenvolvidas em três condições de cultivo: in vitro, in vivo e ex vitro (aclimatização). A observação em microscopia de luz ocorreu através da preparação de lâminas temporárias e permanentes. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado e as variáveis analisadas foram: densidade e dimensões dos estômatos; espessuras das estruturas da lâmina foliar e do mesofilo. Os tratamentos foram constituídos por oito repetições (campos visuais no microscópio), e cada repetição constituída por secções histológicas de três indivíduos. As variáveis foram avaliadas após 60 dias, de acordo com as condições de cultivo. As folhas das espécies estudadas apresentaram epiderme múltipla e mesofilo dorsiventral. São anfihipoestomática na espécie P. hispidinervum e hipoestomática para a espécie P. aduncum, sendo os estômatos caracterizados na sua maioria como tetracíticos. A espessura da epiderme e hipoderme das folhas de P. hispidinervum e P. aduncum foi maior no período da aclimatização. A lâmina foliar e o mesofilo foram mais espessos na condição do cultivo ex vitro, quando comparadas ao cultivo in vitro e in vivo. Em ambas as espécies, o aumento da densidade estomática foi observado na condição de cultivo in vitro. Diferentes ambientes (in vitro, ex vitro e in vivo) promovem a plasticidade das estruturas celulares da lâmina foliar das espécies P. hispidinervum e P. aduncum, proporcionando maior sobrevivência de plantas micropropagadas na fase de aclimatização.
Thesagro: Pimenta Longa
Piper Hispidinervum
Pimenta de Macaco
Análise Foliar
Micropropagação
Cultura In Vitro
NAL Thesaurus: Piper longum
Piper aduncum
Micropropagation
In vitro culture
In vivo studies
Data Created: 2018-07-17
Appears in Collections:Tese/dissertação (CPAF-AC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
26651.pdf4,5 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace