Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1135745
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2021
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: MENEZES, A. R. de
Additional Information: ANDRESSA ROSAS DE MENEZES, UFRRJ.
Title: Solos com feições espódicas do Pantanal Sul-Mato-Grossense: antagonismos às condições pedogenéticas.
Publisher: 2021.
Pages: 81 f.
Language: Portugues
Notes: Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Orientadora: Lúcia Helena Cunha dos Anjos, UFRRJ; Coorientadores: Ademir Fontana, CNPS; Marcos Gervasio Pereira, UFRRJ.
Keywords: Pedogênese
Podzolização
Horizonte espódico
Pedogenesis
Podzolization
Spodic horizon
Description: No Pantanal sul-mato-grossense são registrados solos com horizontes espódicos cujas características químicas são antagônicas em relação ao conceito central de pedogênese pelo processo de podzolização. Nesse sentido, a hipótese deste estudo é que as condições neutras a alcalinas do pedoambiente do Pantanal não inibem o desenvolvimento de solos com horizontes espódicos. Para tanto, o objetivo é avaliar características e atributos de solos com feições espódicas do Pantanal para enquadramento no processo de podzolização. Quatro perfis de solo foram selecionados em um transecto, três em área da baía (P1, P2 e P4) e um em área de transição entre a baía e a cordilheira (P3), cuja morfologia era indicativa do horizonte espódico. Foram realizadas análises granulométricas, químicas e de fluorescência de raio-X (FRX) dos solos, bem como carbono orgânico (C org) e FRX dos nódulos. Todos os perfis possuem características que denotam o processo de redoximorfismo: baixo desenvolvimento do solum (exceto P3), mosqueados formados pela precipitação de óxidos de Fe e Mn, bem como a presença de nódulos de Fe e Mn. Esses nódulos possuem teor de matéria orgânica em geral maior ou igual ao material circunvizinho e não ocorre aumento relativo de alumínio em relação à fração terra fina, o que reitera o processo de redoximorfimo nos horizontes com feições espódicas dos solos do Pantanal. A textura dos solos é substancialmente arenosa, com granulometria mais fina da areia, e no perfil P3 existe um horizonte de baixa permeabilidade e ligeiro acúmulo de argila. A ocorrência dos carácteres sódico e solódico nos solos, bem como o acúmulo de argila subsuperficial no perfil P3 indicam a ocorrência do processo de sodificação. Nos solos estudados no Pantanal, o pH neutro a alcalino, altos valores de soma de bases, os baixos teores de carbono orgânico e de óxidos de alumínio, em comparação a outros horizontes espódicos, contradizem o que é observado em solos formados pelo processo clássico de podzolização. Porém, o acúmulo de Fe, Al e C org, mesmo que pequeno, nos nódulos e nos horizontes B caracterizam as feições espódicas nesses solos.
Data Created: 2021-11-03
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese-Andressa-Rosas-de-Menezes-2021.pdf6,21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace