Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1136024
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2021
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: OLIVEIRA, C. A. C. de
ALVES, R. M.
Additional Information: CARLOS AUGUSTO CAVALCANTE DE OLIVEIRA, Bolsista PIBIC Embrapa; RAFAEL MOYSES ALVES, CPATU.
Title: Problems concerning dormancy and its investigation in hog plum (Spondias mombin Linn.): a review.
Publisher: In: CONGRESSO INTERNACIONAL DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS, 5., 2020. Anais... [S.l.: s.n.], 2021.
Language: Portugues
Description: O taperebazeiro é uma frutífera nativa do Brasil. A espécie possui grande importância nutricional, medicinal bem como ecológica, sendo muito importante na manutenção da saúde humana e, quando em associação com espécies secundárias, na restauração de áreas degradadas também. Apesar disso, grandes impasses ainda são encontrados para o seu estabelecimento comercial devido à forte dormência característica da espécie. Este artigo teve como objetivo inferir, a partir de trabalhos experimentais disponíveis na literatura científica, os candidatos mais prováveis como agentes causadores da dormência presentes em endocarpos de Taperebá. Além disso, algumas recomendações para a publicação de trabalhos sobre o assunto também são delineadas. No sistema de classificação de dormência, existem 3 camadas hierárquicas: classes (5 no total), dentro de cada classe existem uma quantidade determinada de cada níveis (diversos), e dentro de cada nível podem ou não existir tipos. Para a obtenção dos artigos, utilizou-se diversas plataformas de dados (tanto na língua inglesa quanto portuguesa) usando-se palavras-chaves para direcionar e obter resultados mais específicos e aplicáveis. Os resultados mostram que a dormência mecânica não pode ser a única causa da dormência na espécie. Investigações mais recentes sobre o tema, tem apontado que a dormência física assim como a combinacional não estão presentes também. Quanto a dormência fisiológica não profunda, é possível e coerente com a literatura disponível, no entanto existem evidências de que a dormência morfológica também está presente. Além disso, foi possível detectar que o nível profundo simples da dormência morfofisiológica é coerente com a literatura revisada. Baseado nas informações coletadas e discutidas, é possível inferir a dormência morfofisiológica profunda simples como causa dos baixos índices germinativos encontrados.
Thesagro: Spondias Mombin
Cajá
Dormência
Data Created: 2021-11-11
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3599.pdf427,33 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace