Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1138611
Title: Efeito das concentrações resíduais do óleo de cravo e do florfenicol nos biomarcadores enzimáticos em tilápias.
Authors: NASCIMENTO, J. L. do
FERRI, G. H.
SMANIOTTO, F.
VALLIM, J. H.
ISHIKAWA, M. M.
Affiliation: JÚLIA LOURENÇO DO NASCIMENTO, Fatec; GIOVANNI HENRIQUE FERRI, IB-Unicamp; FERNANDA SMANIOTTO, IB-Unicamp; JOSE HENRIQUE VALLIM, CNPMA; MARCIA MAYUMI ISHIKAWA, CNPMA.
Date Issued: 2021
Citation: In: CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 15., 2021, Campinas. Anais... Campinas: Instituto de Zootecnia, 2021. Evento online. CIIC 2021. RE21411.
Pages: p. 1-12.
Description: Resumo: O uso do óleo de cravo como anestésico no manejo de peixes e do florfenicol no tratamento de infecções podem deixar resíduos na água, acarretando prejuízos na saúde dos peixes e no meio ambiente. Biomarcadores enzimáticos são alterações nas enzimas detectadas em organismos expostos a substâncias tóxicas na água. A presença de resíduos do óleo de cravo e do florfenicol na água pode interferir nos biomarcadores enzimáticos, prejudicando sua interpretação durante monitoramento da qualidade da água. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de concentrações residuais do óleo de cravo e do florfenicol na água na resposta dos biomarcadores enzimáticos em tilápias do Nilo. Foram utilizados dois tratamentos com três repetições, considerando cada aquário contendo nove tilápias como unidade amostral. O experimento 1 foi composto pelos tratamentos: óleo de cravo na concentração de 0,5 mg/L com o diluente etanol 96°GL; o segundo tratamento foi acrescido apenas do diluente do óleo, ou seja, etanol a 10µL/L de água e o grupo controle (sem adição de óleo de cravo e sem adição do diluente - etanol) na água. O experimento 2 foi composto pelos tratamentos: 0,0 (grupo controle); 0,5 mg/L e 5 mg/L de florfenicol. Os parâmetros enzimáticos avaliados durante os dois experimentos não apresentaram diferença significativa, indicando que as concentrações residuais de óleo de cravo e do florfenicol avaliados neste estudo não interferem na resposta dos biomarcadores enzimáticos em tilápias. -- Abstract: The use of clove oil as an anesthetic in the management of fish and florfenicol in the treatment of infections can leave residues in the water causing damage to fish health and to the environment. Enzymatic biomarkers are changes in enzymes detected in organisms exposed to toxic substances in water. The presence of residues of clove oil and florfenicol in water may interfere with enzymatic biomarkers impairing their interpretation during monitoring of water quality. The aim of this study was to evaluate the effect of residual concentrations of clove oil and florfenicol in water on the response of enzymatic biomarkers in Nile tilapia. Two treatments with three replications were used, considering each aquarium containing nine tilapias as a sampling unit. Experiment 1 was composed of the following treatments: clove oil at a concentration of 0.5 mg/L with the ethanol diluent 96°GL; the second treatment was added only to the oil thinner, i.e., ethanol at 10?L/L of water; and the control group (without adding clove oil and without adding the diluent - ethanol) to the water. Experiment 2 consisted of the treatments: 0.0 (control group); 0.5 mg/L; and 5 mg/L florfenicol. The enzymatic parameters evaluated during the two experiments showed no significant difference, indicating that the residual concentrations of clove oil and florfenicol evaluated in this study do not interfere in the response of enzymatic biomarkers in tilapia.
Thesagro: Tilápia nilótica
Qualidade da água
Cravo
Óleo Essencial
Impacto Ambiental
NAL Thesaurus: Clove oil
Water quality
Tilapia (common name)
eugenol.
Keywords: Tilápia do Nilo
Resíduos.
Language: Portugues
Type of Material: Anais e Proceedings de eventos
Access: openAccess
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vallim-Efeito-concentracoes-2021.pdf309,19 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace