Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/118434
Unidade da Embrapa/Coleção:: Área de Informação da Sede - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 28-Jun-2006
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: ZANELA, M.B.
FISCHER, V.
RIBEIRO, M.E.R.
STUMPF JUNIOR, W.
ZANELA, C.
MARQUES, L.T.
MARTINS, P.R.G.
Informaçães Adicionais: Embrapa Clima Temperado
Título: Qualidade do leite em sistemas de produção na região Sul do Rio Grande do Sul.
Edição: 2006
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.41, n. 1, p.153-159, jan. 2006.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: propriedades físico-químicas do leite
contagem de células somáticas
Instrução Normativa 51
produção de leite
milk physicochemical properties
somatic cell count
Federal Normative Instruction 51
milk production
Conteúdo: O objetivo deste trabalho foi caracterizar a produção e a qualidade do leite em sistemas de produção da região Sul do Rio Grande do Sul e verificar a porcentagem de amostras que se enquadram nos limites determinados pela Instrução Normativa 51 (IN 51). De setembro de 2000 a agosto de 2001, exceto janeiro, foram monitoradas, mensalmente, dez unidades de produção leiteira classificadas nos seguintes sistemas de produção: especializado, semi-especializado e não especializado. Em amostras coletadas no tanque resfriador, foram avaliadas características físico-químicas do leite, realizada a contagem de células somáticas e a produção de leite foi corrigida para 4% de gordura. Houve diferença significativa entre os sistemas para produção de leite, porcentagens de gordura, lactose, caseína, sólidos totais, sólidos desengordurados, contagem de células somáticas, acidez titulável e densidade. Consideradas todas as características do leite, apenas 41,8% das amostras se enquadraram nos limites estabelecidos pela IN 51. A maior especialização dos sistemas resultou em aumento da produção de leite e menor contagem de células somáticas, além de maiores valores porcentuais da caseína, lactose e sólidos desengordurados, possivelmente pelo melhor manejo nutricional e higiene na ordenha.
Ano de Publicação: 2006
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
41n01a21.pdf649,98 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace