Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/122100
Unidade da Embrapa/Coleção:: Área de Informação da Sede - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 13-Nov-2008
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: FARIA, C.U. de
MAGNABOSCO, C.U.
ALBUQUERQUE, L.G.
REYES, A. de los
BEZERRA, L.A.F.
LOBO, R.B.
Informaçães Adicionais: Embrapa Cerrados
Título: Análise genética de escores de avaliação visual de bovinos com modelos bayesianos de limiar e linear.
Edição: 2008
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasilia, DF, v. 43, n.7, p.835-841, jul. 2008.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: amostragem de Gibbs
características morfológicas
gado de corte
valores genéticos
Gibbs sampling
morphological traits
beef cattle
breeding values
Conteúdo: O objetivo deste trabalho foi comparar as estimativas de parâmetros genéticos obtidas em análises bayesianas uni-característica e bi-característica, em modelo animal linear e de limiar, considerando-se as características categóricas morfológicas de bovinos da raça Nelore. Os dados de musculosidade, estrutura física e conformação foram obtidos entre 2000 e 2005, em 3.864 animais de 13 fazendas participantes do Programa Nelore Brasil. Foram realizadas análises bayesianas uni e bi-características, em modelos de limiar e linear. De modo geral, os modelos de limiar e linear foram eficientes na estimação dos parâmetros genéticos para escores visuais em análises bayesianas uni-características. Nas análises bi-características, observou-se que: com utilização de dados contínuos e categóricos, o modelo de limiar proporcionou estimativas de correlação genética de maior magnitude do que aquelas do modelo linear; e com o uso de dados categóricos, as estimativas de herdabilidade foram semelhantes. A vantagem do modelo linear foi o menor tempo gasto no processamento das análises. Na avaliação genética de animais para escores visuais, o uso do modelo de limiar ou linear não influenciou a classificação dos animais, quanto aos valores genéticos preditos, o que indica que ambos os modelos podem ser utilizados em programas de melhoramento genético.
Ano de Publicação: 2008
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
43n07a07.pdf80,37 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace