Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/12975
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Meio Ambiente - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 1997
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: NARDO, E. A. B. de
CAPALBO, D. M. F.
Additional Information: ELISABETH A. B. de NARDO, EMBRAPA-CNPMA; DEISE MARIA FONTANA CAPALBO, CNPMA.
Title: Avaliação ecotoxicologica de agentes microbianos de controle de pragas.
Publisher: Biológico, São Paulo, v.59, n.2, p.63-68, jul./dez. 1997.
Language: pt_BR
Keywords: Organismos benéficos
Avaliacao de risco
Biopesticidas
Organismo alvo
Artrópodes
Plantas
Toxicidade
Organismos aquáticos
Indicadores biológicos.
Description: A concessão de registro comercial de produtos fitossanitários contendo agentes microbianos de controle de pragas (AMCs), os biopesticidas, pelos órgãos federais registrantes esta sujeita a previa apresentação de dados que indiquem conclusivamente que o produto, quando usado de acordo com as prescrições, não causará efeitos significativamente adversos a seres humanos ou ao ambiente. Esta avaliação dos riscos potenciais de um AMC e parte importante tanto no processo de desenvolvimento do produto como na sua regulamentação (registro comercial). Esse processo é necessário para assegurar que o agente microbiano a ser utilizado ofereça riscos mínimos ao ambiente e aos organismos não-visados. No Brasil, os documentos básicos relativos ao registro de produtos fitossanitários contendo AMCs são regulamentações do Ministério da Agricultura - MA, Lei n.7.802, de 11/7/89 e Decreto n.98.816, de 11/1/90 (Brasil, 1995) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA (Portaria 131 de 3/11/97) (Brasil, 1997), esta ultima especifica para o registro de biopesticidas para uso em florestas e ecossistemas hídricos. No âmbito da região do Cone Sul também existe uma regulamentação harmonizada entre Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, a ser implementada na região a partir de janeiro de 1998 (COSAVE, 1997), bastante semelhante aquela aprovada pelo IBAMA, uma vez que a proposta aprovada no Cone Sul foi apresentada pelo Brasil. Como forma de defesa do ambiente e dos consumidores, compete aos órgãos públicos estabelecer os critérios para a avaliação de riscos, dentro de normas especificas, compatíveis com os padrões internacionais que regulamentam o mesmo assunto. Estas normas devem levar em consideração as características especificas dos produtos biológicos quanto a composição, forma de ação e comportamento no ambiente. Os testes de segurança geralmente exigidos incluem uma avaliação toxicológica em mamíferos e uma ecotoxicologica sobre organismos benéficos não-visados do ambiente, além de uma identificação completa do microrganismo e seu processamento e componentes da formulação. Esse documento abordará apenas o processo de avaliação ecotoxicologica de biopesticidas sobre organismos benéficos não-visados.
Thesagro: Controle Biológico
Legislação
Patogenicidade.
NAL Thesaurus: Aves.
Data Created: 1998-09-08
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1997AP042NardoAvaliacao3532.PDF150,03 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace