Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/159080
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Semiárido - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 9-Jul-2007
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: BARBOSA, G. da S.
DIAS, R. de C. S.
SILVA, C. M. de J.
QUEIROZ, M. A. de.
Informaçães Adicionais: Embrapa Semi-Árido.; MANOEL ABILIO DE QUEIROZ, CPATSA.
Título: Multiplicação e caracterização morfológica preliminar de acessos de Cucurbita spp. em Petrolina-PE.
Edição: 2006
Fonte/Imprenta: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 1., 2006, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2006. p. 133-137.
Série: (Embrapa Semi-Árido. Documentos, 197).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Cucurbitacea
Germoplasma
BAG
Multiplicação
Caracterização morfológica
Conteúdo: A multiplicação e as atividades de caracterização de germoplasma constituem etapas importantes para a manutenção de acessos conservados em Bancos de Germoplasma (BAG) e o seu uso nos programas de melhoramento. Os objetivos do presente trabalho foram a multiplicação e a caracterização morfológica preliminar de acessos de Cucurbita spp. preservados no BAG de Cucurbitáceas (BGC) da Embrapa Semi-Árido. O ensaio foi realizado no Campo Experimental de Bebedouro (C.E.B.), onde 6 acessos de Cucurbita maxima e 7 acessos de Cucurbita moschata foram cultivados em fileiras únicas, no espaçamento de 4,0 m x 2,0 m, com 10 plantas/acesso. Utilizou-se o método de polinização manual e controlada. Os frutos foram caracterizados quanto ao peso, teor de sólidos solúveis, espessura de polpa lateral, textura de polpa após cocção, formato, cor da casca, cor de polpa e cor de semente. O peso dos frutos variou de 0,7 a 7,8 kg. A amplitude do teor de sólidos solúveis (°Brix) encontrada foi de 3,4 a 11,8°. A espessura da polpa lateral nos acessos de C. maxima foi mais uniforme (em torno de 1,0 cm), no entanto, nos acessos de C. moschata, verificou-se uma grande variabilidade dentro dos acessos. Quanto à textura de polpa, após cocção, os acessos BGC 447, 367 e 381 apresentaram todos os frutos com polpa do tipo firme a muito firme. O formato do fruto variou de globular a elíptico. A cor da casca variou de creme a verde-escuro. Na polpa de C. maxima prevaleceram os tons mais claros (creme a laranjaclaro), enquanto em C. moschata de alaranjado a laranja-escuro. No que se refere à coloração das sementes, predominou a cor branca para os acessos de C. maxima e creme para os acessos de C. moschata. Obteve-se um número reduzido de frutos de polinização controlada, 24% do total de 58 frutos caracterizados, provavelmente, devido aos danos provocados pela moscabranca (Bemisia tabaci, Biótipo B) e pela broca das cucurbitáceas (Diaphania hyalinata).
Ano de Publicação: 2006
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATSA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SDC197.pdf16,75 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace