Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/282199
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 29-Fev-2000
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SHIMIZU, J. Y.
SPIR, I. H. Z.
Informaçães Adicionais: Shimizu, J.Y, Pesquisador da Embrapa Florestas; Spir, I.H.Z, estagiaria, estudante de Eng. Florestal da UFPR.
Título: Seleção de Pinus elliottii pelo valor genético para alta produção de resina.
Edição: 1999
Fonte/Imprenta: Boletim de Pesquisa Florestal, Colombo, n. 38, p. 103-117, jan./jun. 1999.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Melhoramento genetico
Valor genetico
Genetic improvement
Breeding value
Pinus elliottii
Conteúdo: As condições ecológicas do Sul do Brasil e de partes dos Estados de São Paulo e de Minas Gerais revelaram-se altamente favoráveis ao crescimento de Pinus elliottii Engelm. var. elliottii. Nessas regiões, a exploração da resina pode se constituir em uma fonte de renda adicional à da exploração da madeira. No entanto, programas de melhoramento genético, visando ao aumento da produtividade de resina de P. elliottii, ainda não são comuns. Por ser um caráter altamente herdável e variável, ganhos genéticos poderão ser obtidos rapidamente, através de seleções e cruzamentos entre matrizes de alta produção. Este estudo foi baseado em um teste de progênie composto de 46 famílias de meios-irmãos, dispostas em parcelas lineares de 10 plantas, em 3 repetições, instalado em Colombo, PR. O objetivo do estudo foi de avaliar a variação genética entre progênies de matrizes selecionadas e estimar o valor genético individual, combinado com os valores das suas respectivas famílias, como critério de seleção da população parental da próxima geração. As análises de variância, aos onze anos de idade, revelaram variação não significativa entre progênies em altura e diâmetro, mas altamente significativas em produção de resina. A estimativa de herdabilidade de famílias foi de 55%, enquanto que a de indivíduos nas famílias foi de 21% e a individual no experimento foi de 25%. Dadas essas estimativas, decidiu-se optar pela seleção de no máximo três indivíduos dentre as 20 famílias de maior produção média. Com esse critério, foram selecionados, ao todo, 36 indivíduos, com estimativa de ganho genético acumulado de 61,23% na próxima geração, em relação à média da população avaliada. As estimativas, tanto das herdabilidades quanto dos ganhos genéticos previstos, poderão estar superestimados, devido ao possível efeito da interação genótipo x ambiente que não pôde ser estimado neste estudo.
Ano de Publicação: 1999
ISSN: 1517-6371
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
jshimizu2.pdf247,48 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace