Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/312430
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 9-Jan-2007
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: MARTINS, E. G.
NEVES, E. J. M.
STURION, J. A.
DULEBA, N.
Título: Volume de madeira e ganho genético de progênies de grevílea (Grevíllea robusta Cunn.) de segunda geração na região de Londrina, Paraná.
Edição: 2005
Fonte/Imprenta: Boletim de Pesquisa Florestal, Colombo, n. 51, p. 45-55, jul./dez. 2005.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Pomar de semente.
Conteúdo: Em 1993, a Embrapa Florestas importou da Austrália sementes de 20 procedências de grevílea e, em 1994, importou sementes de 126 progênies oriundas de 23 procedências daquele país. Com o material, foi desenvolvido um programa de melhoramento em regiões dos Estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul. A área experimental total da Embrapa é de 27,13 ha, sendo que, em 1993, foram implantados os testes de procedências com 11,22 ha e, em 1994, os testes de progênies com 15,91 ha. Em 1994, no Município de Presidente Castelo Branco, PR, foi implantado um teste combinado de procedência/progênie com 104 progênies de 20 procedências. Em 2001, foram selecionados os melhores indivíduos e a área foi transformada em Área de Produção de Semente ? APS. Em 2002, foram selecionadas 37 matrizes desta área e, após produção de mudas, instalou-se em junho do mesmo ano, no Município de Londrina, PR, teste de segunda geração. O teste foi instalado em blocos ao acaso, com parcelas lineares de cinco plantas, no espaçamento de 3 m x 3 m, com oito repetições. As avaliações constaram de medições da altura total e DAP (diâmetro na altura do peito) no terceiro ano. A altura foi mensurada com régua telescópica, e o DAP com suta. Com a obtenção dessas variáveis, calculou-se o volume cilíndrico de madeira com casca das plantas mensuradas. A estimação dos componentes de variância e parâmetros genéticos foi feita pelo modelo 1 do SELEGEN ? REML / BLUP para fins de seleção. Duas conclusões foram obtidas neste trabalho: 1 - Na transformação do experimento em Área de Produção de Sementes (APS), ganho genético superior a 55% podem ser obtidos pelo desbaste, utilizando 266 indivíduos que correspondem a aproximadamente 18% do total testado, em relação à média do experimento; 2 - No caso de formação de um pomar de sementes clonal através da seleção dos 50 melhores indivíduos, o ganho genético seria superior a 120%. A instalação de um pomar clonal a partir dos indivíduos selecionados proporcionaria maior produção de pólen e de sementes pela melhor distribuição espacial dos clones, o que não aconteceria numa APS oriunda de progênies instaladas no delineamento de blocos ao acaso.
Thesagro: Progênie.
Procedência
Ano de Publicação: 2005
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
boletim51pag4555.pdf89,72 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace