Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/444613
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 23-Ago-1993
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: COSTA, N. P.
MARCOS FILHO, J.
Informaçães Adicionais: NILTON PEREIRA DA COSTA, CNPSo.
Título: Afericao do grau de umidade de sementes de soja para execucao do teste de tetrazolio.
Edição: 1993
Fonte/Imprenta: Informativo ABRATES, Londrina, v.3, n.3, p.150, jun. 1993.
Idioma: pt_BR
Notas: Resumo apresentado no VIII Congresso Brasileiro de Sementes, Foz do Iguacu, 1993.
Palavras-chave: Afericao
Brasil
Parana
Soybean
Moisture
Seed
Tetrazolium test.
Conteúdo: Com o objetivo de determinar o grau adequado de umidade das sementes, visando a redução do período de condicionamento (tempo de embebição) que antecede a coloração de semente de soja com tetrazólio foram estudados seis períodos de embebição (6h, 8h, lOh, 2h, 14h e 16h) e quatro temperaturas (25°c, .3o0c, 35°c e 40°C), tendo como testemunha o procedimento padrão (16h/25°c) em sementes das cultivares BR-30 e BR-16 . Os Os resultados mostraram que o período lOh de embebição e a temperatura de 4o0c propicia graus de umidade (%) das sementes que não diferem estatisticamente da testemunha (16h/2s0c).O grau de umidade das sementes das duas cultivares, após o pré-condicionamento, ficou ao redor dos 37%. Nessa faixa de umidade geralmente consegue-se um padrão de coloração pelo teste de tetrazólio com boa nitidez, o que facilita e reduz o tempo para leitura e interpretação dos níveis de viabilidade e vigor das sementes.
Thesagro: Embebição
Semente
Teste de Tetrazólio
Umidade
Soja.
NAL Thesaurus: absorption
Brazil
vigor.
Ano de Publicação: 1993
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ID12790001.pdf254,42 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace