Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/444657
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 23-Ago-1993
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: KRZYZANOWSKI, F. C.
HENNING, A. A.
FRANÇA-NETO, J. B.
Informaçães Adicionais: FRANCISCO CARLOS KRZYZANOWSKI, CNPSO; ADEMIR ASSIS HENNING, CNPSO; JOSE DE BARROS FRANCA NETO, CNPSO.
Título: Deterioracao controlada da semente de soja na planta e suas implicacoes quanto ao mecanismo de qualidade no aspecto sanitario.
Edição: 1993
Fonte/Imprenta: Informativo ABRATES, Londrina, v.3, n.3, p.102, jun. 1993.
Idioma: pt_BR
Notas: Resumo apresentado no VIII Congresso Brasileiro de Sementes, Foz do Iguacu, 1993.
Palavras-chave: Permeabilidade de vagem
Brasil
Disease
Quality
Fungus.
Conteúdo: - Com base nas informações obtidas em experimentos conduzidos a campo , propos-se a continuação dos estudos em casa de vegetação, visando estabelecer uma metodologia reprodutível de deterioração da semente em desenvolvimento na planta, com vistas a assegurar um nível de estresse que ocorre naturalmente nos anos em que há chuvas e temperaturas elevadas na fase de maturação da semente de soja de R7 para R8. Quatro cultivares de soja (Davis, IAS-5, FT-2 e FT-1O) e uma linhagem (BR83-147) , foram semeadas em vasos em casa de vegetação . O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com quatro repetições, sendo que se adotou o número de 1O vasos por repetição por genótipo , para o tratamento de deterioração e 1O vasos por genótipo para testemunha . O procedimento de deterioração c_onstituiu-s e de chuvas artificiais , produzidas através do sistema de irrigação por nebulização aplicado nas plantas de soja a partir do estádio R7 até R8, quando estas foram colhidas e trilhadas manualmente. As condições de deterioração da semente na planta, estabelecidas em casa de vegetação , foram eficazes para o estudo dos patógenos de semente , em particular Colletotrichum truncatum. Entre as cultivares de ciclo precoce ( IAS-5 e Davis). observou-se ?menor ocorrência de Colletotrichum na IAS-5, o que pode significar um mecanismo de resistência, contribuindo para a qualidade fisiológica de sua semente. Observou-se uma queda percentual de sementes sadias entre a testemunha e a irrigada, sendo que para IAS-5 foi de 16,5% e para Davis foi de 44 ,5%. Nos genótipos de ciclo medio, a linhagem BR83-147 apresentou maior suscetibilidade ao Colletotrichum , causando redução de 31% no percentual de semente sadia germinável em relação a testemunha . Na cultivar FT-2 observou-se menor resistênci a Fusarium semitectum e Glomerela glycines, respondendo por um percentual de redução de 45,5% nas sementes sadias. A cultivar FT- 1O não foi muito afetada pelos patógenos de semente, o que pode ser uma característica herdada de um de seus progenitores , a cultivar Sant'Ana , que apresentou comportamento semelhante em estudos anteriores . em decorrência de uma baixa permeabilidade de vagem. É extremamente importante estudar esta característica como mecanismo de qualidade de semente
Thesagro: Colletotrichum Truncatum
Deterioração
Doença
Fungo
Qualidade
Semente
Soja.
NAL Thesaurus: Brazil
deterioration
seed pathology.
Ano de Publicação: 1993
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ID13160001.pdf415,71 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace