Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/465590
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 9-Out-2003
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: COSTA, N. P.
MESQUITA, C. de M.
MAURINA, A. C.
FRANÇA-NETO, J. B.
KRZYZANOWSKI, F. C.
HENNING, A. A.
Informaçães Adicionais: NILTON PEREIRA DA COSTA, CNPSo; CEZAR DE MELLO MESQUITA, CNPSo; JOSE DE BARROS FRANCA NETO, CNPSO; FRANCISCO CARLOS KRZYZANOWSKI, CNPSO; ADEMIR ASSIS HENNING, CNPSO.
Título: Análise de correlação de ruptura de tegumento, dano mecânico e quebra sobre a germinação, o vigor e a viabilidade de sementes de soja.
Edição: 2003
Fonte/Imprenta: Informativo ABRATES, Londrina, v. 13, n. 3, p. 125, set. 2003. Número especial, ref. 126.
Idioma: pt_BR
Notas: Edição dos Resumos do XIII Congresso Brasileiro de Sementes, Gramado, RS, set. 2003.
Conteúdo: A qualidade do produto, na atual conjuntura, é de fundamental importância dentro do contexto das cadeias produtivas, pois, ou o produtor adota regras claras desse controle, ou provavelmente será eliminado do mundo dos negócios. Alguns estudos têm indicado que a soja brasileira tem apresentado sérios problemas de qualidade, com elevados percentuais de quebra, ruptura de tegumento e dano mecânico, os quais podem afetar a qualidade fisiológica da semente. A semente de boa qualidade traz um potencial genético que se expressa em aumento de produtividade, uma vez que a qualidade garante uma série de características economicamente desejáveis como, sanidade, maior valor nutricional, adaptação às condições adversas de clima e solo, assim como maior capacidade de germinação dos genótipos. Objetivando averiguar o efeito de níveis de ruptura de tegumento e de quebra de sementes foram avaliadas, na safra 2000/2001, mais de 256 amostras de sementes das cultivares BRS-132, BRS-133, BRS-136, BR-37, FT-2000, BR-16, EMBRAPA-4, FT-2002, Embrapa-48, FT-Abyara, OCEPAR-13 e OCEPAR-14 no Paraná; CAC-1, (MG/BR 46) Conquista, Doko-RC e Paiaguás, no Estado de Minas Gerais; MSOY-8411, MSOY-743, MSOY-7501, (MG/BR 46) Conquista, FT-104 e Doko-RC em Mato Grosso; e Embrapa-48, Embrapa-59, BR-16 e Embrapa-66, no Rio Grande do Sul. Os parâmetros tomados por base para analisar a qualidade das sementes foram: ruptura de tegumento, quebra, dano mecânico, germinação, vigor e viabilidade. Os resultados através de análise de regressão mostraram que à medida que ocorria maiores índices de ruptura de tegumento e de quebra de sementes, simultaneamente havia uma ligeira redução da germinação (%), vigor (TZ 1-3) e viabilidade (TZ 1-5) da maioria das cultivares. Esses resultados indicam uma tendência que a partir do nível de 5% de sementes quebradas e ruptura de tegumento e dano mecânico (TZ 6-8) superior a faixa de 10%, ocorre declínio da germinação, da viabilidade e do vigor das sementes.
Thesagro: Soja.
Ano de Publicação: 2003
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
id221040001.pdf374,38 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace