Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/465601
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 10-Out-2003
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: HENNING, A. A.
FRANÇA-NETO, J. B.
KRZYZANOWSKI, F. C.
COSTA, N. P. da
Informaçães Adicionais: ADEMIR ASSIS HENNING, CNPSO; JOSE DE BARROS FRANCA NETO, CNPSO; FRANCISCO CARLOS KRZYZANOWSKI, CNPSO; NILTON PEREIRA DA COSTA, CNPSo.
Título: Avaliação de corantes, polímeros, pigmentos e fungicidas para o tratamento de sementes de soja.
Edição: 2003
Fonte/Imprenta: Informativo ABRATES, Londrina, v. 13, n. 3, p. 234, set. 2003. Número especial, ref. 344.
Idioma: pt_BR
Notas: Edição dos Resumos do XIII Congresso Brasileiro de Sementes, Gramado, RS, set. 2003.
Conteúdo: A aplicação de corantes, pigmentos ou polímeros tem despertado o interesse dos produtores e da pesquisa, uma vez que esses agentes, por conferirem coloração bastante evidente nas sementes tratadas, oferecem proteção aos operadores, durante o manuseio das sementes tratadas. O objetivo desta pesquisa foi avaliar os efeitos desses produtos e três fungicidas (padrões) indicados para o tratamento de sementes de soja. Após os tratamentos das sementes, foram instalados experimentos de campo na Embrapa Soja (Londrina, PR), Embrapa SNT (Ponta Grossa, PR) e Sementes Adriana (Alto Garças, MT). As parcelas foram de 5 m de comprimento, com quatro linhas e 20 sementes por metro linear. As avaliações de emergência e população final foram nas quatro linhas da parcela. O rendimento, em Ponta Grossa, PR, foi estimado na área útil da parcela (4 m2). O delineamento experimental empregado foi blocos ao acaso, com quatro repetições e as médias foram separadas pelo teste de Tukey ou Duncan, ao nível de 5% de probabilidade. Os resultados obtidos permitiram concluir que os corantes, polímeros e pigmentos só devem ser empregados em conjunto com fungicidas indicados para o tratamento de sementes de soja, uma vez que se ocorrer deficiência hídrica (veranico) após a semeadura, isoladamente, os mesmos não protegem a semente no solo o que resulta em baixa emergência.
Thesagro: Soja.
Ano de Publicação: 2003
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
id221230001.pdf320,74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace