Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/465632
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 10-Out-2003
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: ZORATOM. de F.
PESKE, S. T.
TAKEDA, C.
FRANÇA-NETO, J. B.
Informaçães Adicionais: JOSE DE BARROS FRANCA NETO, CNPSO.
Título: Sementes de soja que retém clorofila e qualidade fisiológica.
Edição: 2003
Fonte/Imprenta: Informativo ABRATES, Londrina, v. 13, n. 3, p. 295, set. 2003. Número especial, ref. 466.
Idioma: pt_BR
Notas: Edição dos Resumos do XIII Congresso Brasileiro de Sementes, Gramado, RS, set. 2003.
Conteúdo: Sementes de soja, sobretudo em Mato Grosso, região de cerrados, tem apresentado cotilédones com degradação parcial de clorofila. A conseqüência direta desse fenômeno é descarte de muitos lotes, resultado de sua baixa qualidade. Dentre os fatores que contribuem para a retenção do pigmento, destacam-se os estresses ambientais, como umidade relativa do ar e temperatura, condições de secagem e aplicação de dessecantes químicos, durante a desidratação e maturação das sementes. Com o objetivo de averiguar a influência exercida por sementes que retém clorofila sobre a qualidade fisiológica, em soja, foi desenvolvido este estudo. Foram utilizados dois lotes comerciais da cultivar MGBR-Conquista, ciclo precoce, 11,8% e 37,4%, respectivamente, de cotilédones esverdeados, separados em três amostras: sementes sem manipulação (lote normal), sementes esverdeadas e sementes amarelas. Foi utilizada amostra representativa de um lote testemunha (sementes isentas de pigmento verde). Através dos testes de germinação, envelhecimento acelerado (24 horas), emergência em areia, tetrazólio, comprimento de raíz e plântula, peso de mil sementes, condutividade elétrica e emergência em campo foi realizada a verificação da qualidade dos tratamentos, no momento de semeadura (novembro/2000). Foram evidentes as respostas e influência negativa de sementes que retém clorofila, em relação aos tratamentos testemunhas. Os tratamentos de sementes esverdeadas apresentaram menor germinação, viabilidade e vigor, maior desuniformidade de plântulas, maior taxa de deterioração, maior quantidade de lixiviados, menor comprimento de plântulas, menor peso de mil sementes e baixa capacidade de emergência em campo, indiferente ao índice porcentual de cotilédones com pigmentação verde. Pode-se inferir que clorofila é indicativo de baixa qualidade em sementes de soja.
Thesagro: Soja.
Ano de Publicação: 2003
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
id221400001.pdf401,47 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace