Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/485725
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2002
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: GOMES, M. de S.
PINHO, R. G. von
OLIVEIRA, J. S. e
RAMALHO, M. A. P.
VIANA, A. C.
Additional Information: UFLA; Embrapa Milho e Sorgo.
Title: Adaptabilidade e estabilidade de cultivares de milho para produtividade de matéria seca e degradabilidade ruminal da silagem.
Publisher: Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 1, n. 2, p. 83-90, maio/ago. 2002.
Language: pt_BR
Keywords: Quality
Dry matter.
Description: Estudaram-se os fatores de adaptabilidade e estabilidade de cultivares de milho para caracteres associados a qualidade da silagem, em diferentes condições ambientais. Foram avaliados dez cultivares em diferentes locais e safras agrícolas (Capinópolis, Janaúba, Lavras e Sete Lagoas, nas safras de 1997/98, 1998/99 e 1999/00, e Coronel Pacheco, nas safras de 1997/98 e 1998/99). Em todos os ambientes, o delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com três repetições. No estádio farináceo-duro, procedeu-se à colheita das plantas da parcela, que foram cortadas e pesadas, para a determinação do peso da amostra seca ao ar. Em seguida, a matéria seca das amostras das repetições de cada cultivar foi misturada, moída e passada em peneira de 5 mm, para a avaliação de degradabilidade in situ da matéria seca, após 24 horas de incubação no rúmen de bovino. As análises de adaptabilidade e estabilidade foram realizadas utilizando os procedimentos de Eberhart e Russel (1966) e Annicchiarico (1992). Foi estimado também um índice para seleção das cultivares obtido a partir da multiplicação do carácter produção de matéria seca pela degradabilidade, utilizando as médias de cada ambiente. Observou-se que a interação cultivares e ambientes foi significativa apenas para o carácter produtividade de matéria seca. As cultivares avaliadas diferem quanto à adaptabilidade e à estabilidade de produtividade de matéria seca. A metodologia de Annicchiarico(1992) discriminou as cultivares superiores quanto à produtividade de matéria seca, em que as cultivares CO9621, DINA 1000 e DINA 657 foram as que apresentaram menor risco de baixa produtividade de matéria seca. essas cultivares forma também as que apresentaram melhor desempenho, desempenho, de acordo com o índice utilizado.
Thesagro: Matéria Seca
Milho
Silagem
Qualidade
Zea Mays.
NAL Thesaurus: silage.
Data Created: 2002-09-09
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adaptabilidadeestabilidade.pdf179,09 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace