Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/488373
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2006
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: RESENDE, A. V. de
FURTINI NETO, A. E.
ALVES, V. M. C.
MUNIZ, J. A.
CURI, N.
FAQUIN, V.
KINPARA, D. I.
SANTOS, J. Z. L.
CARNEIRO, L. F.
Additional Information: ALVARO VILELA DE RESENDE, CNPMS; ANTONIO EDUARDO FURTINI NETO, UFLA; VERA MARIA CARVALHO ALVES, CNPMS; JOEL AUGUSTO MUNIZ, UFLA; NILTON CURI, UFLA; VALDEMAR FAQUIN, UFLA; DANIEL IOSHITERU KINPARA, CPAC; JOSE ZILTON LOPES SANTOS, BOLSISTA; LEANDRO FLAVIO CARNEIRO, BOLSISTA.
Title: Fontes e modos de aplicação de fósforo para o milho em solo cultivado da região do cerrado.
Publisher: Revista Brasileira de Ciência do Solo, Campinas, v. 30, p. 456-466, 2006.
Language: pt_BR
Keywords: Adubação fosfatada
Fosfato reativo
Description: O uso eficiente de fertilizantes fosfatados nos solos da região tropical ainda constitui um desafio, principalmente considerando o manejo de longo prazo. Com base nas respostas acumuladas de três cultivos sucessivos de milho, compararamse alternativas de fornecimento de P, combinando fontes e modos de aplicação, num Argissolo Vermelho adubado em épocas passadas. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro repetições, num esquema fatorial 4 x 3 + 1, envolvendo quatro fontes de P, na dose de 180 kg ha-1 de P2O5 (superfosfato triplo ? ST, termofosfato magnesiano Yoorin ? TM, fosfato reativo de Arad ? FR e fosfato natural de Araxá ? FA), três formas de aplicação (a lanço em área total no primeiro ano, localizada no sulco de plantio no primeiro ano e parcelada anualmente no sulco) e uma testemunha (sem aplicação de P), como tratamento adicional. O P foi fornecido, considerando os teores totais do nutriente nas fontes. Ao final dos três cultivos de milho, foram totalizados a produção de biomassa e de grãos e o acúmulo de P na parte aérea e nos grãos. Determinaram-se os teores de P residual no solo ao final do experimento. Foram calculados índices de eficiência agronômica e econômica. Foram detectadas mais diferenças em termos de absorção de P do que de produtividade de grãos. A maioria dos tratamentos proporcionou incrementos de produção semelhantes, o que, em parte, foi atribuído ao residual de adubações passadas e à eficiência genotípica do milho a P. As fontes mais solúveis, ST e TM, apresentaram desempenho similar. Para o FR, maior produção foi obtida com a aplicação parcelada no sulco, o que não se verificou no caso do FA. O parcelamento da dose total das fontes em aplicações anuais no sulco não comprometeu a produtividade do milho e propiciou maior efeito residual. Os tratamentos com maior eficiência agronômica (ST e TM) não corresponderam aos de maior eficiência econômica. Os dois fosfatos naturais (FR e FA) apresentaram relação benefício/custo mais compensadora.
Thesagro: Zea mays
Data Created: 2004-11-08
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fontesmodos1.pdf386,93 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace