Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/575620
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 23-Nov-2009
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: MELOTTO, A.
NICODEMO, M. L.
BOCCHESE, R. A.
LAURA, V. A.
GONTIJO NETO, M. M.
SCHLEDER, D. D.
POTT, A.
PORFIRIO-DA-SILVA, V.
Informaçães Adicionais: ALEX MELOTTO, UFMS; MARIA LUIZA FRANCESCHI NICODEMO, CPPSE; RICARDO ANGHINONI BOCCHESE, UNIDERP; VALDEMIR ANTONIO LAURA, CNPGC; MIGUEL MARQUES GONTIJO NETO, CNPMS; DELANO DIAS SCHLEDER, UNIDERP; ARNILDO POTT, CNPGC; VANDERLEY PORFIRIO-DA-SILVA, CNPF.
Título: Sobrevivência e crescimento inicial em campo de espécies florestais nativas do Brasil Central indicadas para sistemas silvipastoris.
Edição: 2009
Fonte/Imprenta: Revista Arvore, Viçosa, v. 33, n. 3, p. 425-432, maio/jun. 2009.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Arborização de pastagens
Sistema silvipastoril
Árvore do Cerrado
Conteúdo: Objetivou-se, neste estudo, avaliar o índice de sobrevivência e o crescimento inicial de 11 espécies arbóreas nativas do Brasil central, plantadas diretamente em pastagem de Brachiaria brizantha cv. Marandu, em Campo Grande, MS. O solo foi classificado como Latossolo Vermelho, argiloso e distrófico, onde foi implantado um arboreto com 16 parcelas compostas, cada uma, por um indivíduo das 11 espécies selecionadas, em blocos casualizados (DBC) com quatro repetições. Os espaçamentos em campo foram de 10,0 x 4,0 m. Houve diferenças (P=0,05) entre as médias de sobrevivência das espécies estudadas, indicando influência do estágio sucessional da espécie. Os maiores índices foram de ocorrência nas seguintes espécies: ipê (Tabebuia impetiginosa), caroba (Jacaranda decurrens) e da aroeira (Myracrodruon urundeuva). As mais altas taxas de crescimento relativo nos 12 meses avaliados foram alcançadas por chico-magro (Guazuma ulmifolia), caroba (J. cuspidifolia) e canafístula (Peltophorum dubium). Houve diferença estatística (P=0,05) entre o crescimento das espécies de estágios sucessionais iniciais (pioneiras) e as de estádios tardios, e tais diferenças acentuaram-se com a idade e com a estação chuvosa. Três espécies que obtiveram as melhores combinações dos acréscimos em altura, diâmetro do colo e sobrevivência foram aptas para o cultivo em pastagens na região dos Cerrados: chico-magro (G. ulmifolia), caroba (J. cuspidifolias) e canafístula (P. dubium), sendo todas três de estágios sucessionais iniciais.
Ano de Publicação: 2009
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
04.pdf267,12 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace