Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/668900
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Ocidental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 12-Mar-2002
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: GASPAROTTO, L.
HANADA, R. E.
ALBUQUERQUE, F. C.
DUARTE, M. de L. R.
Informaçães Adicionais: LUADIR GASPAROTTO, CPAA.
Título: Mancha areolada causada por Thanatephorus cucumeris em mogno africano.
Fonte/Imprenta: Fitopatologia Brasileira, v. 26, n. 3, p. 660-661, 2001.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Khaya ivorensis
Mogno africano
Swietenia macrophylla
Mogno
Espécie
Hypsiphyla grandella
Broca
Praga
Praga de planta
Fungo
Mela
Brasil
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Species
Pest insects
Pest of plants
Fungi
Conteúdo: O mogno africano (Khaya ivorensis) foi introduzido no Brasil para substituir o mogno brasileiro (Swietenia macrophylla) devido a sua alta resistência ao microlepidóptero Hypsiphylla grandella, a principal praga do mogno brasileiro. Em 1999, observou-se alta incidência da mancha areolada, causada por Thanatephorus cucumeris em viveiros e áreas de plantios definitivos de mogno africano nos Estados do Amazonas e Pará, causando lesões em folhas maduras e 100% de queda das folhas jovens. Nas folhas jovens surgem pequenas lesões marrons circundadas por uma margem púrpura e em folhas maduras as manchas são marrom-claras, exibindo anéis concêntricos.
Ano de Publicação: 2001
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPAA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
a15v26n3.pdf80,79 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace