Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/7160
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Informática Agropecuária - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 23-Mar-1999
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SILVA, F. C. da
RAIJ, B. van.
Informaçães Adicionais: FABIO CESAR DA SILVA, CNPTIA; BERNARDO VAN RAIJ, CNPMA.
Título: Disponibilidade de fósforo em solos avaliada por diferentes extratores.
Edição: 1999
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 34, n. 2, p. 267-288, fev. 1999.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Fósforo em solos
Extratores de fósforo
Conteúdo: O objetivo deste trabalho foi o estudo comparativo dos extratores mais importantes do fósforo do solo. É apresentada uma revisão da literatura sobre métodos de avaliação da disponibilidade de fósforo em solos. Os métodos considerados foram: resina trocadora de ânions, Olsen, Bray 1, Bray 2, Mehlich 1, Truog, Morgan, Égner, Água, CaCl2 0,01M, papel de filtro com hidróxido férrico, e as técnicas de troca isotópica, expressos como valor E e valor L. Nos trabalhos considerados, as comparações de métodos foram feitas com base em correlações entre o P absorvido pelas plantas e o P extraído do solo pelas diferentes técnicas. Inicialmente, foi feita uma comparação conjunta dos resultados de todos os trabalhos, considerando os coeficientes de determinação (r2). Os valores médios obtidos e o número de artigos em que o método foi testado, indicados entre parênteses, foram os seguintes: resina trocadora de ânions, 70% (34); valor E, 68% (16); valor L, 65% (8); Olsen, 54% (48); Bray 1, 50% (42); Mehlich 1, 46% (25); Égner, 44% (9); Bray 2, 42% (19); Água, 42% (15); Truog, 38% (13); CaCl2, 36% (13), e Morgan, 32% (13). O confronto dos diversos métodos em duplas, considerando-se os pares de resultados (r2) obtidos pelos extratores que foram testados conjuntamente, através de correlações lineares e contraste de médias (teste t), levou à conclusão de que o método da resina foi estatisticamente superior aos demais. O método da resina tem os seguintes aspectos favoráveis: (a) apresenta valores de coeficientes de determinação, para a correlação entre P absorvido por plantas e P no solo, consistentemente superiores aos dos demais métodos na maior parte dos 72 trabalhos revisados; (b) pode ser usado tanto em solos ácidos como alcalinos, o que não é o caso para outros extratores importantes; (c) revela, adequadamente, o efeito da calagem em aumentar a disponibilidade de P para as plantas, o que não acontece com os métodos Mehlich 1, Bray 1 e Olsen; (d) não superestima, como os extratores ácidos, a disponibilidade de P em solos tratados com fosfatos naturais; (e) é o que apresenta o melhor embasamento teórico para a determinação do chamado ?fator quantidade? de P em solos, que é o mais importante índice da disponibilidade do nutriente.
NAL Thesaurus: Phosphorus extractants
Soil phosphorus
Ano de Publicação: 1999
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPTIA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
pab30096.pdf233,97 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace