Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/874717
Unidade da Embrapa/Coleção:: Área de Informação da Sede - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 27-Jan-2011
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: LIRA, T. B. F.
BEZARRA, V. S.
SILVA, F. de O.
DIAS, G. M. P.
LIMA FILHO, J. L. de
PORTO, T. S.
PORTO, A. L. F.
Informaçães Adicionais: Universidade Federal Rural de Pernambuco; Universidade Federal Rural de Pernambuco; Universidade Federal Rural de Pernambuco; Universidade Federal de Pernambuco; Universidade Federal de Pernambuco; Universidade Federal Rural de Pernambuco; Universidade Federal Rural de Pernambuco.
Título: Avaliação de variáveis que influenciam a hidrólise enzimática da caseína do leite de cabra Moxotó.
Edição: 2010
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuaria brasileira., Brasília, v.45, n.9, p.1036-1043, set. 2010
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Leite de cabra
Papaína
Pepsina
Proteólise
Tripsina
Conteúdo: Resumo- O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da temperatura, pH, relação enzima:substrato (E:S) e tempo de reação sobre a hidrólise enzimática da caseína do leite de cabra Moxotó, com uso de diferentes enzimas proteolíticas. A hidrólise enzimática da caseína caprina foi realizada com uso de tripsina, pepsina e papaína. Para cada enzima, foram utilizados dois níveis de cada variável, na avaliação de seus efeitos sobre a hidrólise da caseína, em um fatorial completo 24. Os produtos da hidrólise foram visualizados em eletroforese SDS-PAGE. O melhor valor do grau de hidrólise com a enzima papaína foi obtido em pH 6,5, E:S de 1:150 e 5 horas de hidrólise a 50ºC (28,17%); com a tripsina, em pH 8,5, E:S de 1:150 e 5 horas a 40ºC (29,55%); e com a pepsina, em pH 3,0, E:S de 1:100 e 5 horas a 40ºC (38,27%). A hidrólise da caseína caprina é influenciada positivamente pelo pH e tempo de hidrólise, com o uso da pepsina. Foram observadas interações significativas antagônicas entre pH e relação E:S, com o uso da tripsina; e entre pH, temperatura e tempo de hidrólise, com o uso da papaína. A pepsina apresenta elevada eficiência na hidrólise de ás1, â e ê-caseína, evidenciada por hidrolisados com massa molar abaixo de 14,4 kDa.
Thesagro: Capra hircus
Ano de Publicação: 2010
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Avaliacaodevariaveis.pdf1,05 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace