Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/884782
Unidade da Embrapa/Coleção:: Área de Informação da Sede - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 1-Abr-2011
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SIMÕES, L. N.
PAIVA, G.
GOMES, L. de C.
Informaçães Adicionais: Centro Universitário Vila Velha, Laboratório de Ecotoxicologia Aquática; Centro Universitário Vila Velha, Laboratório de Ecotoxicologia Aquática; Centro Universitário Vila Velha, Laboratório de Ecotoxicologia Aquática.
Título: Óleo de cravo como anestésico em adultos de tilápia-do-nilo.
Edição: 2010
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuaria brasileira., Brasília, v.45, n.12, p.1472-1477, dez. 2010
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Análise sensorial
Filés
Sedação
Conteúdo: Resumo ? O objetivo deste trabalho foi testar a eficiência do óleo de cravo como anestésico em adultos de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus) e avaliar, sensorialmente, o aroma e o sabor do filé, após a anestesia. No primeiro experimento, os peixes foram expostos a banhos anestésicos em diferentes concentrações de óleo de cravo (0, 100, 150, 200, 250 e 350 mg L-1). No segundo experimento, avaliaram-se diferentes tempos (10, 20 e 30 minutos) de exposição à anestesia. Finalmente, o aroma e o sabor dos filés de tilápia foram testados, em diferentes tempos de exposição à concentração adequada de óleo de cravo. A concentração de 250 mg L-1 de óleo de cravo foi adequada para a indução de parada dos batimentos operculares em adultos de tilápia, e para a anestesia voltada para biometria e breve manejo, a concentração recomendada é 100 mg L-1. Os filés de tilápias previamente anestesiadas com óleo de cravo apresentaram diferença moderada no aroma e no sabor logo após a anestesia. O óleo de cravo é um anestésico eficaz no manejo de adultos de tilápia em procedimentos de rotina na piscicultura, porém o abate de tilápias deve ser realizado a partir de 12 horas após a exposição a este anestésico, para não induzir alteração nas características organolépticas dos filés de peixes anestesiados.
Thesagro: Oreochromis niloticus
Ano de Publicação: 2010
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Oleodecravo.pdf346,97 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace