Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/89535
Unidade da Embrapa/Coleção:: Área de Informação da Sede - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 5-Jun-1997
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SILVA, C. L. da
KATO, E.
Título: Efeito do selamento superficial na condutividade hidraulica saturada da superficie de um solo cerrado.
Edição: 1997
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, n.2, p.213-220, fev. 1997.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Energia cinetica da chuva
Equacao exponencial negativa
Potencial inversa
Kinetic energy of rainfall
Negative exponential and inverse potentials equations
Conteúdo: Com o objetivo de quantificar o efeito do selamento superficial na condutividade hidraulica saturada (Ko) da superficie de um Latossolo Vermelho-Amarelo de cerrado, foram submetidas amostras de solo indeformadas de tres diferentes condicoes de manejo, a saber: solo sob sistema de cultivo tradicional, plantio direto e cerrado virgem, com nove repeticoes sob chuvas simuladas de energia cinetica media de 29 t.m.ha.mm e tempos de acao das chuvas de zero, 2, 5, 10 e 20 minutos. Posteriormente foram levadas tais amostras ao permeametro de carga constante, e, atraves da equacao de Darcy, determinaram-se os valores de Ko para cada condicao de manejo, tempo de acao de cada chuva, e repeticao. Sugeriu-se um indice f igual a relacao de Ko (com os respectivos tempos dechuva)/Ko (sem chuva). Para descrever o comportamento do indice f em relacao a cada local amostrado ajustaram-se equacoes exponenciais negativas e potenciais inversas, usando-se valores de f e as correspondentes EC. Verificou-se que a resistencia dos agregados a EC e a consequente dificuldade de formacao de selamento superficial sao muito maiores na area de cerrado virgem do que nas areas cultivadas. O decrescimo da condutividade hidraulica dos solos pela acao de EC e estabelecido num processo de dois estagios, em que o primeiro estagio e caracterizado por um decrescimo acentuado, e o segundo estagio, por um decrescimo lento.
Ano de Publicação: 1997
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
pabFEV11.pdf835,28 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace