Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/916603
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Pantanal - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2011
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: FERREIRA, P. D. S.
GONÇALVES, L. C.
RODRIGUES, J. A. S.
JAYME, D. G.
TOMICH, T. R.
RODRIGUEZ, N. M.
Additional Information: PEDRO DIAS SALES FERREIRA, BOLSISTA; LÚCIO CARLOS GONÇALVES, UFMG; JOSE AVELINO SANTOS RODRIGUES, CNPMS; DIOGO GONZAGA JAYME, UFMG; THIERRY RIBEIRO TOMICH, CPAP; NORBERTO MARIO RODRIGUEZ, UFMG.
Title: Características agronômicas de quatro híbridos de sorgo com capim-sudão avaliados em quatro idades de corte.
Publisher: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 48., 2011, Belém. O desenvolvimento da produção animal e a responsabilidade frente a novos desafios: anais. Belém: SBZ, 2011.
Pages: Não paginado.
Language: pt_BR
Keywords: Ruminantes
Description: Objetivou-se avaliar as características agronômicas dos híbridos de sorgo com capim-sudão BR800, CMSXS 765bmr, CMSXS 766 e 156x2785, destinados à produção de forragem, em quatro idades de corte (52, 61, 67 e 74 dias). O plantio foi realizado em quatro canteiros por híbrido em cada idade de corte, com delineamento de blocos ao acaso. Foram determinadas altura das plantas, número de plantas ha -1 (stand), produção de matéria verde (PMV) e produção de matéria seca (PMS). A altura das plantas variou de 1,53 a 2,55 m, e o híbrido 156x2785 se destacou por apresentar maior altura em relação aos demais híbridos na quarta idade de corte (P<0,05). A correlação da altura com a PMS foi positiva (r = 0,73, P<0,0001). O stand variou de 251,42 a 449,98 mil plantas ha -1, e o híbrido 156x2785 apresentou valores menores que os demais na primeira e segunda época de corte (P<0,05). A PMV variou de 28,86 a 48,00 t ha-1e apresentou-se com variações (P<0,05) entre os híbridos e idades de corte. A PMV apresentou correlação positiva com a PMS (r = 0,52, P<0,0001). A PMS variou de 2,35 a 7,56 t ha-1, sendo que o híbrido CMSXS 766 se destacou por apresentar maior PMS na primeira, segunda e terceira época de corte. Na quarta época de corte a maior PMS foi obtida pelo híbrido 156x2785. O híbrido portador do gene bmr-6, CMSXS 765bmr, apresentou menor PMS que seu par isogênico não portador, CMSXS 766, em todas as idades de corte.
Data Created: 2012-02-27
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPAP)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RSBZCaracteristicasagronomicas2.pdf401,92 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace