Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/91756
Unidade da Embrapa/Coleção:: Área de Informação da Sede - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 17-Jun-1997
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: LEDERMAN, I. E.
SILVA, M. F. F. da
BEZERRA, J. E. F.
SANTOS, V. F. dos
Título: Influencia da idade do porta-enxerto e do tipo de enxertia na propagacao da gravioleira.
Edição: 1997
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, v.6, p.613-615, jun.1997.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Anonacea
Annonacea
Grafting
Budding
Assexual propagation
Tropical fruit.
Conteúdo: A propagacao vegetativa da gravioleira (Annona muricata L.) e uma pratica ainda pouco disseminada entre os viveiristas e produtores desta anonacea em Pernambuco, cujo plantio e feito quase que exclusivamente utilizando-se mudas de pe-franco. A enxertia da gravioleira foi avaliada em mudas, com 10 e 12 meses de idade, em dois processos de borbulhia (T normal e em placa), e em outros dois de garfagem (lateral e de topo), sob condicoes de viveiro. Cada parcela foi constituida de 10 plantas com aproximadamente o mesmo tamanho e diametro do caule, dentro de cada idade. Para que os quatro tipos de enxertia fossem realizados numa mesma epoca, o plantio das sementes de graviola, referente as duas idades, foi feito com intervalo de dois meses. Para ambas as idades dosporta-enxertos, os dois processos de borbulhia estudados mostraram superioridade sobre os processos de garfagem. Entretanto, a borbulhia, em placa, quando realizada em porta-enxertos com 12 meses de idade, foi superior a borbulhia em T normal, tendo-se alcancado com aquele processo 97,5% de pega.
Thesagro: Borbulhia
Annona Muricata
Fruta Tropical
Garfagem
Propagação Vegetativa.
Ano de Publicação: 1997
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
INFLUENCIADAIDADEDOPORTAENXERTO.pdf122,82 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace