Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/919013
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Solos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 15-Mar-2012
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Informaçães Adicionais: 
Título: LEVANTAMENTO de reconhecimento de média intensidade dos solos da bacia hidrográfica do Rio São Domingos - municípios de São José de Ubá e Itaperuna, RJ.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2011.
Páginas: 87 p.
Série: (Embrapa Solos. Boletim de pesquisa e desenvolvimento, 189).
Idioma: pt_BR
Notas: 1 mapa color. Escala 1:50.000.
Palavras-chave: Levantamento de solo
Relação solo-paisagem.
Conteúdo: Visando subsidiar o planejamento integrado e aspectos relacionados à recarga do aquífero da área da bacia hidrográfica do rio São Domingos, que abrange 289,22 km2, procedeu-se à identificação, caracterização e cartografia dos solos, relacionando-os aos aspectos da paisagem, segundo metodologia da Embrapa, compreendendo um levantamento de reconhecimento de média intensidade, na escala 1:50.000. A área da bacia se encontra em terrenos pré-cambrianos, constituídos por rochas gnáissicas de origem orto e paraderivadas, de alto grau metamórfico, incluídos na Faixa Ribeira e, com menor expressão, ocorrem sedimentos recentes, aluvionares e colúvio-aluvionares, nas áreas de baixadas e rampas de baixa declividade. Encontra-se inserida no domínio geoambiental Norte-Noroeste Fluminense, que consiste numa vasta depressão interplanáltica, alternada com alinhamentos serranos escalonados, com amplitude altimétrica entre 80 e 930 metros. O tipo climático predominante é o Aw, tropical seco, de Köppen, sendo a temperatura média anual de 23-24ºC e a média mensal de 20 a 27ºC; e a precipitação pluviométrica de 1.100 a 1.200 mm anuais, com 4 a 5 meses de seca. Em virtude da forte ocupação do espaço agrícola, a cobertura florestal de fragmentos remanescentes da Mata Atlântica é de apenas 9,2% da área, e as terras são utilizadas predominantemente com pastagens (88,3%), sendo o município de São José de Ubá o maior produtor de tomate do estado. Verifica-se a ocorrência de dois domínios pedológicos bastante distintos e relacionados às duas feições geomorfológicas regionais: as baixadas e as terras altas. No domínio das baixadas, importante para a recarga de aquíferos, foram identificados Gleissolos Háplicos, ocupando as partes mais baixas das várzeas e Cambissolos Háplicos nas rampas suaves colúvio-aluvionares e coluvionares. Em menor proporção, foram identificados Neossolos Flúvicos em pequenos diques marginais e terraços aluvionares do rio São Domingos, e Planossolos Háplicos, em áreas mais elevadas da baixada. Nas terras altas, constituídas de colinas margeadas por morros e montanhas alinhadas, predominam os Argissolos Vermelhos e Vermelho- Amarelos, eventualmente Amarelos, que gradativamente dão lugar a Luvissolos (Crômicos e Háplicos), Cambissolos Háplicos e Neossolos Litólicos à medida que a vertente fica mais íngreme e ravinada. Neste sentido a espessura do solum torna-se mais exígua e a pedregosidade e a rochosidade mais frequentes. Em menor proporção ocorrem Cambissolos Húmicos, Chernossolos (Argilúvicos e Háplicos), Neossolos Regolíticos e Nitossolos Vermelhos.
Thesagro: Solo Tropical
Reconhecimento do Solo.
Ano de Publicação: 2011
ISSN: 1678-0892
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BPD189LevantSaoDomingos.pdf3,18 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace