Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/919593
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2011
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: BABUJIA, L. C.
SILVA, A. P. da
GARCIA, J. C.
NOGUEIRA, M. A.
VISENTAINER, J. V.
HUNGRIA, M.
Additional Information: LETÍCIA CARLOS BABUJIA, CNPSo; ADRIANA PEREIRA DA SILVA, CNPSo; JULIANA CARLA GARCIA, UEM; MARCO ANTONIO NOGUEIRA, CNPSO; JESUÍ VERGILIO VISENTAINER, UEM; MARIANGELA HUNGRIA DA CUNHA, CNPSO.
Title: Bioindicadores de qualidade do solo na avaliação da sustentabilidade em agroecossistemas com cana-de-açúcar.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBILOGIA, 26.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE BACTÉRIAS LÁTICAS; ENCONTRO NACIONAL DE PROFESSORES DE MICROBIOLOGIA; SIMPÓSIO DE COLEÇÕES DE CULTURAS, 4., 2011, Foz do Iguaçu. Anais... São Paulo: SBM, 2011. Resumo, 1001-1. Disponível em: <http://www.sigeventos.com.br/sbmicrobiologia/cdrom/>.
Language: pt_BR
Description: No Brasil, a cultura da cana-de-açúcar ocupa uma posição de destaque, pela área que ocupa e por ser praticada de forma contínua e intensa ao longo do tempo. A necessidade de conservação ambiental e preservação dos recursos naturais têm pressionado por adoção de práticas que incrementem a sustentabilidade da cultura. A avaliação da qualidade do solo através de parâmetros microbiológicos, como a atividade microbiana, tem sido apontada como um indicador sensível de alterações provocadas por diferentes sistemas de uso e manejo do solo. O objetivo deste estudo foi o de avaliar a biomassa microbiana de carbono e nitrogênio em plantio de cana-de-açúcar com e sem adição de vinhaça. Os tratamentos avaliados foram cana crua com vinhaça; cana crua sem vinhaça e uma área de mata nativa utilizada como controle. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro repetições para cada tratamento, e cada repetição foi composta por 10 subamostras. As amostras foram coletadas na profundidade de 0-10 cm no estado de São Paulo. Os resultados obtidos mostraram que os teores mais elevados de carbono e nitrogênio microbiano foram verificados na mata, seguidos pelo tratamento com adição de vinhaça, com valores próximos à área de referência. O incremento na biomassa microbiana com a adição de vinhaça pode ser devido ao fornecimento de energia e carbono aos microrganismos por meio da matéria orgânica presente na vinhaça, que constitui uma fonte de carbono solúvel prontamente disponível para a biota do solo. Desse modo, quando utilizada como fertilizante, por ser um composto de fácil decomposição, a vinhaça atua como agente estimulante da população e da atividade microbiana do solo. Pode-se concluir que a tecnologia de uso da vinhaça, além de ser viável economicamente, contribui para a melhoria da sustentabilidade da produção sucroalcooleira.
Thesagro: Microbiologia.
Data Created: 2012-03-20
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
bioindicadores.pdf12,76 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace