Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/938662
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Semiárido - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2012
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: GAMA, D. R. da S.
SANTOS, L. M. B.
SILVA, R. de C. B.
SILVA, T. C. F. dos S
SIQUEIRA, K. M. M.
Title: Frutificação do maracujá-amarelo (Passiflora edulis f. flavicarpa) em cultivo próximo a vegetação de Caatinga.
Publisher: In: SEMANA DOS POLINIZADORES, 3., 2012, Petrolina. Palestras e resumos... Petrolina: Embrapa Semiárido, 2012.
Pages: p. 228-229.
Series/Report no.: (Embrapa Semiárido. Documentos, 249).
Language: Portugues
Keywords: Polinização natural
Maracujá-amarelo
Biologia floral
Biology floral
Description: O maracujá-amarelo (Passiflora edulis f. flavicarpa) apresenta particularidades na polinização sendo diretamente dependente das abelhas do gênero Xylocopa. Essas abelhas nativas apresentam porte compatível com o tamanho e morfologia floral do maracujá, realizando a polinização cruzada de forma eficiente. Uma das causas da redução na produtividade nos cultivos do maracujá-amarelo é a diminuição de áreas nativas próximas aos cultivos, local onde as abelhas constroem seus ninhos. O objetivo deste trabalho foi quantificar a polinização natural no maracujá-amarelo, relacionando com o número de flores disponíveis por planta e com a pluviosidade, em área de cultivo com vegetação nativa de Caatinga no entorno. Os experimentos foram realizados no Projeto de Irrigação Maniçoba, em Juazeiro, BA. Durante os meses de maio a outubro de 2009 foi avaliado o percentual de polinização natural e realizada a média do número de flores disponíveis por planta. Os índices pluviométricos dos meses em que foram realizados os experimentos foram obtidos no site da Embrapa Semiárido, referentes à Estação Meteorológica de Mandacaru, Juazeiro, BA. Os resultados referentes à polinização natural revelaram que, nos meses de maio a julho, período em que na região o índice de precipitação é menor, a taxa de polinização natural foi considerada boa, chegando a quase 60%. Isso deve estar relacionado com a proximidade da área de Caatinga, local onde foi observada a presença de ninhos naturais de Xylocopa, em plantas de umburana-de-cambão. Em outubro, mês no qual a precipitação foi maior, a polinização natural foi nula. Quanto à disponibilidade de flores por planta, foi observado que, mesmo o número de flores apresentando-se baixo no período seco (2 ± 0,8 por planta), as abelhas visitaram as flores para a coleta de néctar, Frutificação do Maracujá Amarelo (Passiflora edulis f. flavicarpa) ...229o que não ocorreu no mês de outubro, quando as flores estavam disponíveis em maior número (cinco por planta), e não houve registro de polinização natural, revelando que nesse período as abelhas preferem os recursos disponibilizados pelas flores da Caatinga. Os resultados indicam que a proximidade de áreas de vegetação nativa no entorno dos cultivos de maracujá, propiciam uma maior visitação dos polinizadores e, consequente, maior taxa de frutificação, principalmente no período mais seco do ano.
Thesagro: Maracujá
Polinização
Abelha
Caatinga
Inseto
Vegetação Nativa
NAL Thesaurus: Passiflora edulis f. flavicarpa
Xylocopa
Data Created: 2012-11-01
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPATSA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gama.pdf81,76 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace