Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/942575
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 13-Dez-2012
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: CARVALHO, M. da C. S.
FERREIRA, A. C. de B.
SANTOS, F. C. dos
SANTOS, C. R. O.
Informaçães Adicionais: MARIA DA CONCEICAO SANTANA CARVALHO, CNPAF; ALEXANDRE CUNHA DE B FERREIRA, CNPA; FLAVIA CRISTINA DOS SANTOS, CNPMS; CELSO RANGEL OLIVEIRA SANTOS, estagiário CNPAF.
Título: Antecipação da adubação potássica do algodoeiro para a cultura de cobertura do solo em sistema plantio direto.
Edição: 2012
Fonte/Imprenta: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2012.
Idioma: pt_BR
Notas: Fertbio 2012.
Conteúdo: O manejo da adubação com potássio (K) é um dos fatores que afetam o crescimento e a produtividade do algodão. O trabalho objetivou avaliar a eficiência da antecipação da adubação potássica do algodoeiro para a cultura de cobertura do solo, constituída por Brachiaria ruziziensis, em sistema plantio direto. O experimento foi instalado em esquema fatorial 3x3+1. Os tratamentos foram formados pela combinação de três doses de K (60, 90 e 120 kg ha-1 de K2O) com três épocas de aplicação (100 % do K aplicado antecipado a lanço na braquiária, 50% do K aplicado antecipado + 50% em cobertura, 100% do K em cobertura), e um tratamento controle, sem adubação com K. O delineamento experimental usado foi o de blocos ao acaso com quatro repetições. Utilizou-se cloreto de potássio comercial granulado como fonte de K. A adubação antecipada foi realizada na braquiária em 22/10/2009. Semeou-se o algodão em 17/12/2009, quinze dias após a dessecação da braquiária. Foram avaliados: produção de massa seca, teor de K, quantidade de K acumulada na biomassa e liberada da palhada de braquiária durante o ciclo do algodoeiro; componentes de produção, teor de nutrientes na folha e exportados pelo algodoeiro; teor de K no solo após a colheita. Concluiu-se que é possível aplicar 100% da adubação potássica do algodoeiro para o pré-plantio na braquiária, sem prejuízo para o crescimento e produção de algodão, havendo sincronia entre o tempo de liberação de K na palha da braquiária e os estádios de maior demanda do algodoeiro pelo nutriente.
Thesagro: Algodão
Gossypium hirsutum
Plantio direto
Brachiaria ruziziensis
Cerrado
Fertilizante potássico
Ano de Publicação: 2012
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPMS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Antecipacaoadubacao1.pdf222,2 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace