Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/945377
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2012
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: AMARAL, A. J. do
SILVA, A. B. da
ACCIOLY, L. J. de O.
ARAUJO FILHO, J. C. de
SANTOS, J. C. P. dos
OLIVEIRA NETO, M. B. de
PARAHYBA, R. da B. V.
GOMES, E. C.
Additional Information: ANDRE JULIO DO AMARAL, CNPS; ADEMAR BARROS DA SILVA, CNPS; LUCIANO JOSE DE OLIVEIRA ACCIOLY, CNPS; JOSE COELHO DE ARAUJO FILHO, CNPS; JOSE CARLOS PEREIRA DOS SANTOS, CNPS; MANOEL BATISTA DE OLIVEIRA NETO, CNPS; ROBERTO DA BOA VIAGEM PARAHYBA, CNPS; Elmo Clarck Gomes, SEAGRI-AL.
Title: Potencial pedológico do estado de Alagoas para a cultura do milho em manejo com média tecnologia - Manejo B.
Publisher: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA, 19., 2012, Lages. Lages: SBCS; UDESC; Epagri; Instituto Federal Santa Catarina, 2012.
Language: pt_BR
Keywords: Fatores limitantes
Zoneamento agroecológico
Aptidão pedológica
Description: A ampliação da base de dados sobre solos é essencial para estabelecer o uso da terra em base conservacionista para produção de alimentos. Este trabalho teve como objetivo identificar e quantificar o potencial pedológico do Estado de Alagoas para o cultivo de milho, com uso de média tecnologia (Manejo B), a partir do levantamento de solos do Estado na escala 1:100.000. Foram realizadas interpretações e classificadas as aptidões pedológicas de cada uma das classes de solo componentes das unidades de mapeamento, considerando-se os parâmetros de relevo, profundidade efetiva, textura, fertilidade natural, drenagem, pedregosidade, rochosidade, salinidade, sodicidade e erosão. Com auxílio de um software foi obtido o potencial pedológico do Estado representado cartograficamente pelas classes: alto 1; alto 2; médio; baixo e muito baixo. Os solos predominantes são representados pela classe dos Argissolos (35%), Neossolos (26%), Planossolos (15,8%) e Latossolos (10,3%), representando 87,1 % da área total do Estado (27.797 km2). O potencial pedológico predominante foi o médio (56,8%), seguido pelos potenciais baixo (21%), muito baixo (19,5%) e alto 2 (0,6%). Os principais fatores pedológicos limitantes para produção de milho, no manejo B, estão relacionados com a baixa fertilidade natural, baixa profundidade efetiva e relevo acidentado o que confere maior risco de erosão.
Data Created: 2013-01-16
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPS)

Files in This Item:
File SizeFormat 
TrabalhoRBMCSA2012LagesSC.odt1,29 MBOpenDocument TextView/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace