Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/951008
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Meio Ambiente - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2012
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: MORAIS, L. A. S. de
CASTANHA, R. F.
Additional Information: LILIA APARECIDA SALGADO DE MORAIS, CNPMA; RODRIGO FERNANDES CASTANHA, CNPMA.
Title: Composição química do óleo essencial de manjericão naturalmente submetido ao ataque de cochonilhas.
Publisher: Horticultura Brasileira, Brasília, DF, v. 30, n. 2, p. S2178-S2182, 2012. CD-ROM. Suplemento. Edição dos Anais do 52º Congresso Brasileiro de Olericultura, Salvador, 2012.
Language: pt_BR
Keywords: Linalol
Trans-alfa-bergamoteno
Fatores bióticos
Mecanismos de defesa
Description: RESUMO: A cochonilha branca, Planococcus citri, é uma importante praga em diversas culturas, sendo suas populações influenciadas por vários fatores bióticos e abióticos. No manjericão (Ocimum basilicum) esta praga acarreta sérios danos fisiológicos à cultura, ocasionando baixa produtividade e, em casos mais severos, pode acarretar a senescência da planta. Há vários trabalhos sobre a influência desta praga na produtividade, porém, raros são os relatos na literatura sobre a influência do ataque destas pragas na composição do óleo essencial. Este trabalho teve por objetivo investigar a composição química do óleo essencial de duas amostras de manjericão submetidas ou não ao ataque natural de cochonilha branca, visando identificar possíveis diferenças nas mesmas. Amostras de manjericão (naturalmente infestadas de cochonilha branca e amostras não infestadas) cultivadas na área experimental da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna-SP) foram coletadas em fevereiro de 2011. Estas foram secas em estufa de circulação de ar forçada (35ºC+-1). O óleo essencial das duas amostras foi extraído por hidrodestilação em aparelho tipo Clevenger modificado por três horas. O mesmo foi analisado por cromatografia gasosa acoplada à espectrômetro de massas (CG-EM Shimadzu, QP5050, coluna capilar DB-5?30mx0,25mmx0,25?m). Utilizou-se o Helio como gás carreador (1,7mL/min); temperatura do injetor: 240ºC e detector: 230ºC, Split: 1:20, no seguinte programa de temperatura: 60°C?240°C (3°C/min). A identificação da composição química dos óleos essenciais foi realizada pela comparação de seus espectros de massa e valores de índice de Kovats (IK) com compostos conhecidos descritos na literatura. Foram identificados 17 compostos nestes óleos essenciais. Os principais compostos encontrados foram linalol (59,1% e 59,9%, seguidos por trans-alfa-bergamoteno (7,3% e 4,9%), 1,8 cineol (4,6% e 13,2%) respectivamente para amostras sadias e infestadas. O óleo essencial proveniente de plantas sadias apresentou quantidade menor de compostos químicos, observando-se também alteração nos teores das substâncias, o que pode ser um indicativo de alteração por influência da ação ou interação com as cochonilhas.
Thesagro: Ocimum basilicum
Manjericão
Planta medicinal
Planta aromática
Óleo essencial
Composição química
NAL Thesaurus: Medicinal plants
Essential oil crops
Essential oils
Chemical composition
Data Created: 2013-02-25
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012AA56.pdf287,8 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace