Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/990084
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Acre - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 9-Jul-2014
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: GUARINO, E. de S. G.
GESSNER, C. M.
WADT, L. H. de O.
FONSECA, F. L. da
RAPOSO, A.
Informaçães Adicionais: ERNESTINO DE SOUZA GOMES GUARINO, CPAF-AC; Camila Mayara Gessner, Fundação Universidade de Blumenau (FURB); LUCIA HELENA DE OLIVEIRA WADT, CPAF-AC; FERNANDA LOPES DA FONSECA, CPAF-AC; ANDREA RAPOSO, CPAF-AC.
Título: Estrutura etária e espacial de uma população natural de Carapa guianensis Aubl. (Meliaceae) na Amazônia Sul Ocidental.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 42, n. 101, p.91-99, mar. 2014.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Manejo florestal
Amazônia Sul Ocidental
Southwestern Amazon
Manejo forestal.
Madera tropical
Dinámica poblacional
Conteúdo: Carapa guianensis (andiroba) ocorre naturalmente em toda a Amazônia, preferencialmente em áreas de baixio, sendo o óleo extraído de suas sementes amplamente utilizado pela indústria de cosméticos. Além do óleo, a espécie também possui madeira com características desejáveis pelo mercado de madeiras tropicais, fator que aumenta a pressão sobre suas populações naturais. O objetivo desse trabalho foi descrever a estrutura etária e espacial de uma população natural de andiroba em um trecho de Floresta Ombrófila Aberta com palmeiras na Amazônia Sul Ocidental para subsidiar ações de conservação e manejo da espécie em florestas da região. Foram alocadas duas parcelas de 300 x 300m (9 ha) onde foram amostrados todos os indivíduos com DAP > 10 cm. Indivíduos com DAP < 10 cm foram amostrados em 20 parcelas de regeneração de 10 x 10 m (10 parcelas de regeneração/parcela) escolhidas ao acaso dentro de todas as parcelas. A estrutura etária da população foi estimada subdividindo-se os indivíduos em três classes ontogenéticas: plântulas (altura < 1,5 m), jovens (altura ? 1,5m e DAP < 10 cm) e adultos (DAP > 10 cm); a distribuição espacial dos indivíduos adultos foi avaliada usando o método do vizinho mais próximo e a função K de Ripley. Para todas as classes avaliadas, foi estimada a densidade de indivíduos. A densidade média foi de 1.100 ± 133 plântulas.ha-1 e 14,5 ± 2,28 adultos.ha-1. Nenhum indivíduo jovem foi amostrado. Em ambos os métodos utilizados para descrição da estrutura espacial, os indivíduos adultos apresentaram distribuição espacial agregada. Estes resultados são similares a outros levantamentos para a espécie na Amazônia Sul Ocidental, porém a estrutura etária da população apresenta uma importante lacuna de indivíduos jovens e adultos nas classes diamétricas.
Thesagro: Essência florestal
Andiroba
Carapa guianensis
População de planta
Dinâmica populacional
NAL Thesaurus: Tropical wood
Forest management
Population dynamics.
Ano de Publicação: 2014
ISSN: 1413-9324
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPAF-AC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
25095.pdf733,99 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace