Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/999976
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2014
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SOUZA, J. D. F. de
BELCHIOR, E. B.
RASI, L.
SOUZA, O. R. G. de
Additional Information: Juan Diego Ferelli de Souza, CNPC; Ernandes Barboza Belchior, CNPC; Lucas Rasi, FATEC - Campo Grande, MS; Osmar Ramão Galeano de Souza, UFMS.
Title: Caracterização da cadeia produtiva da carne ovina em Tauá (CE).
Publisher: In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 52., 2014, Goiânia. Heterogeneidade e suas implicações no rural brasileiro: anais. Goiânia: Sober, 2014. 16 f.
Language: pt_BR
Keywords: Carne ovina
Ovino de corte
Economia informal
Informalidade
Brasil
Ceará
Região Nordeste
Produtor rural
Marchante
Informal sector.
Description: Resumo: O presente artigo apresenta a descrição analítica da cadeia produtiva da carne ovina no município de Tauá (CE). A ovinocultura de corte é uma atividade em fase de desenvolvimento e consolidação em diversos locais no Brasil, no entanto ainda enfrenta desafios que precisam ser superados. Dentre os principais entraves para a sua consolidação está a predominância da informalidade nas atividades de abate e de processamento dos ovinos. A caracterização da cadeia produtiva foi realizada por meio de aplicação de questionários junto a 336 produtores rurais criadores de ovinos no município e pela realização de entrevistas com roteiro semiestruturado com sete atravessadores e marchantes que atuam comprando e vendendo ovinos vivos e carne ovina no município. Foram mapeadas as transações realizadas pelos produtores rurais e os principais canais de comercialização por eles utilizados. Constatou-se que 16,7% dos produtores realizam o abate de ovinos com o intuito de comercializar a carne produzida, enquanto 83,3% costumam vender os ovinos vivos para os atravessadores ou para os marchantes. Os produtores rurais são responsáveis pelo abate de 9,9% dos ovinos produzidos e comercializados no município de Tauá, indicando que a maior parte dos abates não inspecionados é realizada por agentes localizados nos estágios pós-porteira da cadeia produtiva da ovinocultura de corte. [Characteristics of lamb meat production chain in Tauá (CE)]. Abstract: This paper presents an analytical description of the production chain of lamb meat in the municipality of Tauá (CE). The production of lamb meat is an activity under a development process and consolidation in several locations of Brazil, but still faces challenges that must be overcome. Among the main obstacles to their consolidation there is the prevalence of informality in the activities of lamb slaughtering. The characterization of the production chain was performed by applying questionnaires from 336 lamb farmers in the municipality, and conducting semi-structured interviews with seven butchers and middlemen that act buying and selling live lamb and lamb meat in the city. It were mapped the transactions carried out by the farmers and the main marketing channels used by them. It was found that 16.7% of producers perform the lamb slaughter on the farm in order to sell the produced meat, while 83.3% usually sell live for middlemen or for the butchers. The farmers are responsible for the slaughter of 9.9% lamb produced and marketed in the municipality of Tauá. This indicates that most of the non-inspected slaughters are performed by agents located in the off-farm stages of this production chain.
Thesagro: Ovinocultura
Cadeia produtiva
Abate
Inspeção sanitária
Economia agrícola
Trabalhador rural
Comercializaçao
NAL Thesaurus: Meat inspection.
Data Created: 2014-11-13
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
aacCaracterizacao.pdf426,6 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace