Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1008199
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCAVALCANTI JUNIOR, E. de A.pt_BR
dc.contributor.authorACCIOLY, L. J. de O.pt_BR
dc.contributor.authorSILVA, A. B. dapt_BR
dc.contributor.authorSILVA, E. A. dapt_BR
dc.contributor.authorLOPES, H. L.pt_BR
dc.contributor.authorALVES, E. da S.pt_BR
dc.contributor.authorIRMÃO, R. A.pt_BR
dc.contributor.authorSILVA, J. A. dapt_BR
dc.contributor.otherEDILTON DE ALBUQUERQUE CAVALCANTI JUNIOR, UFPE; LUCIANO JOSE DE OLIVEIRA ACCIOLY, CNPS; ADEMAR BARROS DA SILVA, CNPS; EDUARDO ALVES DA SILVA, UFPE; HÉLIO LEANDRO LOPES, UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO; EUDMAR DA SILVA ALVES, UFRPE; RICARDO ALEXANDRE IRMÃO, UFPE; JULIANA ALVES DA SILVA, UFPE.pt_BR
dc.date.accessioned2015-02-09T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2015-02-09T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2015-02-09pt_BR
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.other18811pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1008199pt_BR
dc.descriptionA identificação, a interpretação, a organização e a espacialização de características ambientais tais como: solos, relevo, clima, uso e ocupação, entre outras, numa escala adequada, são de fundamental importância quando se pretende elaborar uma estratégia de desenvolvimento rural em bases sustentáveis. A expansão da cultura da cana-de-açúcar na Zona da Mata Sul de Pernambuco, motivada pelo Proálcool, não atendeu a esses requisitos, principalmente, com relação ao relevo. Desta forma, o presente estudo tem como objetivos: 1) elaborar os mapas de relevo (altitude e declividade), cobertura ?recente? e cobertura ?pretérita?; 2) avaliar as mudanças na cobertura de mata Atlântica; 3) avaliar a adequação do uso da terra ao relevo de uma área piloto da Zona da Mata Sul de Pernambuco. A área selecionada (aproximadamente 75.000 ha) foi delimitada utilizando mapas planialtimétricos na escala 1:25.000. Esses mapas foram usados na obtenção do modelo digital de terreno (MDT) e extração das áreas com mata Atlântica no início da década de 1970. O mapa de uso e cobertura ?recente? foi obtido usando imagens do sensor Landsat 5 TM. Aproximadamente 50% da área apresenta relevo forte ondulado e montanhoso impróprias para o uso agropecuário. Apesar disso, a cana-de-açúcar ocupa 45% dessas áreas, cuja aptidão é para a preservação da fauna e da flora e recreação. Dos cerca de 24.000 ha de matas existentes na década de 70, 16.000 ha foram removidos. Dos atuais 11.907 ha de mata Atlântica, aproximadamente 4.052 ha são de novas formações.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/117562/1/RELACAO-ENTRE-MUDANCAS.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIn: CONGRESSO NACIONAL DE MEIO AMBIENTE DE POÇOS DE CALDAS, 11., 2014, Poços de Caldas. Anais... Poços de Caldas: GSC Eventos Especiais: Instituto Federal do Sul de Minas, 2014.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Solos - Artigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.subjectOrganização.pt_BR
dc.titleRelação entre mudanças no uso da terra e o relevo em uma área piloto da zona da mata sul de Pernambuco.pt_BR
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2015-02-09T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroOcupaçãopt_BR
dc.subject.thesagroSolopt_BR
dc.subject.thesagroVegetação.pt_BR
dc.ainfo.id1008199pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2015-02-09pt_BR
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RELACAOENTREMUDANCAS.pdf646,43 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace