Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1008347
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOLIVEIRA, A. L. T.pt_BR
dc.contributor.authorLOURENÇO, D. V.pt_BR
dc.contributor.authorSOUZA, H. A. dept_BR
dc.contributor.authorCOSTA, M. C. G.pt_BR
dc.contributor.otherPós-graduação - Universidade Federal do Ceará (UFC) - Fortaleza, CE; Pós-graduação - UFC - Fortaleza, CE; HENRIQUE ANTUNES DE SOUZA, CNPC; UFC - Fortaleza, CE.pt_BR
dc.date.accessioned2015-02-11T09:13:36Z-
dc.date.available2015-02-11T09:13:36Z-
dc.date.created2015-02-10pt_BR
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.other28438pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1008347pt_BR
dc.descriptionPráticas tradicionais de manejo do solo utilizadas em comunidades tradicionais podem ser benéficas aos agricultores mas nem sempre são favoráveis à conservação do solo. Isso destaca a importancia de estudos sobre o impacto das práticas tradicionais de manejo na qualidade do solo e sobre alternativas favoráveis ao ambiente. Neste trabalho foram caracterizados solos submetidos a práticas de manejo por agricultores de uma comunidade tradicional Quilombola (Tamboril ? CE). As práticas foram: PMb 1 - palma morro abaixo; pL 2 - pousio com enleiramento do mato em nível; Saf 3 - sistema agroflorestal e PeL 4 - palma com enleiramento do mato em nível. Para cada manejo também foi amostrada uma área adjacente de regeneração natural. Foram coletadas cinco subamostras de solo para compor uma amostra de cada área nas profundidades de 0-10 e 10-20 cm. Foram avaliados valores de N, CO, pH, Ca2+, Mg2+, K+, Na, Al, H + Al, CTC, V%, S, m% e P. teores de N e CO variaram de 0,7 a 1,3 e 5,8 a 13,9 g dm-3, respectivamente. O pH variou de 4,6 a 6,8 enquanto que a CTC ficou entre 9,5 a 17,1 cmolc dm-3. As bases trocáveis foram maiores em PMb 1 e Pel 4, com desbalanço entre Ca, Mg e K. Maiores teores de P foram encontrados nas áreas de pousio do Saf 3 e Pel 4. Os solos são diferentes e não podem ser comparados entre si. Aumentos nos teores de K devem favorecer a produção agrícola nos solos avaliados.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/117727/1/CNPC-2014-Caracterizacao-de-solo.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIn: CONGRESO LATINOAMERICANO DE LA CIENCIA DEL SUELO, 20.; CONGRESO PERUANO DE LA CIENCIA DEL SUELO, 16., 2014, Cusco. Educar para preservar el suelo y conservar la vida en la tierra: [anales]. Cusco: Sociedade Latinoamericana de la Sciencia del Suelo: Sociedade Peruana de la Sciencia del Suelo, 2014. 6 f.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.subjectAtributos químicospt_BR
dc.subjectComunidade quilombolapt_BR
dc.subjectSemiáridopt_BR
dc.subjectPráticas conservacionistas.pt_BR
dc.titleCaracterização de solo submetido a distintas práticas de uso no semiárido.pt_BR
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2015-02-11T09:13:36Zpt_BR
dc.subject.thesagroManejo do solopt_BR
dc.subject.thesagroQuímica do solopt_BR
dc.subject.nalthesaurusSoil managementpt_BR
dc.subject.nalthesaurusChemical soil typespt_BR
dc.subject.nalthesaurusSoil chemistrypt_BR
dc.ainfo.id1008347pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2015-02-10pt_BR
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CNPC2014Caracterizacaodesolo.pdf196,64 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace